MAIS LIDAS AGORA:
Quarta, 25 Abril 2018 07:01

Gargalo portuário

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

Gargalo portuário

A carência de engenheiros agrônomos para fiscalizar e liberar cargas de frutas para exportação ainda é considerada um dos entraves nos portos cearenses. O assunto esteve em pauta, esta semana, durante reunião do Conselho Temático de Infraestrutura em parceria com a Câmara Temática Logística (CTLog) da Adece, Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará. Uma das saídas para o problema seria a utilização de médicos veterinários para inspeção de frutas, com objetivo de suprir a falta de profissionais da inspeção agropecuária. O Porto do Mucuripe, por exemplo, conta com dois fiscais engenheiros agrônomos (responsáveis pela liberação de frutas) e três fiscais médicos veterinários (responsáveis pela liberação de alimentos de origem animal). Já o Porto do Pecém dispõe de quatro fiscais engenheiros agrônomos e três fiscais médicos veterinários. Durante o pico de exportação da safra, o Ministério da Agricultura realiza uma força-tarefa e traz fiscais engenheiros agrônomos de outros estados para ajudar na liberação das cargas.

Sutiãs em alta

Sétimo maior exportador do setor de confecções do Brasil, o Ceará mostra força nesse segmento mesmo em queda. As exportações cearenses do setor registraram uma queda de 4% em marco, menos significativa do que em fevereiro (23,1%). No primeiro trimestre de 2018 em comparação com 2017, foi atingida a marca de US$ 741,8 mil. Por outro lado, as importações apresentaram crescimento em relação ao ano anterior de 77,5%. O destaque no primeiro trimestre do ano é que o Ceará foi o maior exportador do Brasil de sutiãs e bustiês, vendendo US$ 204,1 mil. O Paraguai se mantém como principal destino das vendas externas do Estado nesse segmento. As informações são do Ceará em Comex, estudo do Centro Internacional de Negócios da FIEC.

Mais uma na ZPE

A cearense Granistone, empresa com 25 anos no mercado de rochas ornamentais, também vai fincar base na Zona de Processamento de Exportação (ZPE) do Pecém. Para isso, criou uma nova empresa, a Porta Nova Granitos, e formalizou pedido de instalação na área de livre comércio. O empreendimento está orçado em R$ 32 milhões, com previsão de construção em três etapas ao longo de três anos. O investimento inicial será de R$ 12 milhões. Ao todo, 20 empresas do setor de granitos já assinaram protocolos de intenção para se instalar em área já alfandegada na ZPE. Destas, apenas a Porta Nova Granitos e a Montiel são do Ceará.

Cargas em alta

O Aeroporto de Fortaleza ultrapassou o terminal de Salvador em movimentação de cargas e encerrou o ano de 2017 em segundo lugar no Nordeste e em oitavo no País. Foram 37,2 mil toneladas de carga que passaram pelo terminal cearense, uma alta de 4,64% ante o ano anterior, enquanto 43,8 mil toneladas passaram pelo do Recife e 31,7 mil por Salvador. Esse resultado deve melhorar agora sob gestão da alemã Fraport, que assumiu a administração do aeroporto em janeiro deste ano.

Termômetro econômico

Eusébio aparece no topo da lista de 37 cidades cearenses com mais de 30 mil habitantes que mais contabilizaram saldo positivo na geração de emprego em março. Foram 302 postos de trabalho, diferença entre 1.205 admissões e 903 desligamentos. Além de Eusébio, São Gonçalo do Amarante (155), Juazeiro do Norte (141), Tauá (97), Cascavel (78), Caucaia (72), Quixeramobim (64), Limoeiro do Norte (57), Brejo Santo (54) e Barbalha (49) completam a lista dos 10 municípios que mais geraram vagas de trabalho em março, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho.

Saldos negativos

Na outra ponta da lista elaborada pelo Ministério do Trabalho, com saldos negativos na geração de emprego, encontram-se Fortaleza (-274), Missão Velha (-160), Aquiraz (-123), Paracuru (-111), Paraipaba (-67), Ubajara (-64), Iguatu (-64), Maracanaú (-55), Itapipoca (-49) e Pentecoste (-38). O saldo negativo na Capital aconteceu na indústria (-227), construção civil (-126) e comércio (-19).

 

Lido 232 vezes
Beto Almeida

Porto S/A