MAIS LIDAS AGORA:
Sexta, 20 Abril 2018 08:56

Bate Papo Político: Tasso troca Capitão por General na corrida pelo Governo do Estado Destaque

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

Lideranças políticas estaduais do PSDB voltaram a se reunir nessa quinta-feira, 19, sob o comando do senador Tasso Jereissati (PSDB). Na reunião, o parlamentar tucano descartou que vai concorrer ao Governo do Ceará, assim como o deputado estadual Capitão Wagner (PROS), que deve pleitear uma vaga na Câmara Federal nas eleições deste ano. Tasso e o PSDB estadual, contudo, deve apostar no nome do general do Exército Guilherme Teóphilo, que recentemente filiou-se a sigla. O assunto foi destaque no Bate Papo Político, do Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 25 emissoras no Interior) desta sexta-feira, 20, entre os jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida.

O encontro ocorrido nessa quinta, reuniu nomes da oposição do PSDB estadual, como o ex-governador Lúcio Alcântara, o ex-senador Luiz Pontes, o presidente estadual do PSDB, Francini Guedes, o deputado federal Raimundo Gomes de Matos e os deputados estaduais Carlos Matos (PSDB), Roberto Pessoa (PSDB), Fernanda Pessoa (PSDB) e Capitão Wagner, que compõe a bancada do PROS na Assembleia Legislativa. Todos os presentes tinham o mesmo objetivo: debater sobre as eleições ao Governo do Estado neste ano e sobre quem será o candidato da oposição.

A filiação do General Guilherme Teóphilo ao PSDB foi apresentada, oficialmente, na reunião, assim como a sua possibilidade de disputar o Governo do Estado. O general, que é carioca, mas descendente de cearenses, é um dos nove generais do Exército Brasileiro com quatro estrelas. Seu nome é o mais forte para disputar o pleito de outubro ao Governo do Estado pela oposição. Teóphilo tem grandes serviços prestados a nação e grande experiência na área da Segurança, que deve centralizar as atenções nas eleições deste ano. Além do nome de Teóphilo, Domingos Filho (PSD) e Maíra Pinheiro, que deixou o PSDB, mas retornou a sigla, também aparecem como opções da oposição para disputar o Governo estadual com o governador Camilo Santana (PT), que busca a reeleição.

Aécio mancha imagem do PSDB

A política nacional também ganhou destaque no Bate Papo Político desta sexta. O PSDB enfrenta dificuldades nas articulações para alavancar a candidatura do ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, à Presidência da República e, ao mesmo tempo, o desgaste com a imagem do PSDB, após as denúncias contra o senador Aécio Neves.

O parlamentar tucano virou manchete nesta sexta feira nos principais jornais brasileiros. O empresário Joesley Batista, dono da JBS, afirmou a Procuradoria-Geral da República (PGR), que pagava R$ 50 mil por mês a Aécio ao longo de dois anos, por meio de uma rádio da qual o senador era sócio. Os pagamentos, de acordo com Joesley, foram solicitados pelo próprio Aécio, em um encontro entre os dois, na cidade do Rio de Janeiro.

Além disso, uma reportagem do Jornal O Globo, também desta sexta, traz uma informação que complica ainda mais o senador tucano. O ex-ministro da Justiça Osmar Serraglio confirmou a denúncia feita pela Procuradoria-Geral da República (PGR) de que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) tentou interferir nas investigações da Lava Jato. Segundo Serraglio, Aécio o teria pressionado tentado emplacar um delegado federal "de sua preferência para investigar suas ações delituosas". Aécio teve a denúncia feita pela PGR acatada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e virou réu pelas práticas dos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Aécio Neves ainda tem o sonho de disputar uma vaga no Congresso Nacional pelo Estado de Minas Gerais, o que gera mais embaraço para seu partido. Para o jornalista Beto Almeida, a situação de Aécio é cada vez mais complicada e que seu capital eleitoral – o senador recebeu mais de 48 milhões de votos no segundo turno das eleições presidenciais de 2014 – virou pó. Diante das denúncias, Alckmin, inclusive, teria perdido para Aécio Neves não sair candidato nessas eleições, o que o senador não gostou. Beto ainda pontua que “Aécio levou o PSDB junto para a cova” e que sua imagem está manchada e contamina a do partido, inclusive nas eleições estaduais.

Transposição do São Francisco

O Ministério da Integração Nacional decidiu substituir a construtora responsável pela obras do Eixo Norte do projeto de transposição do Rio São Francisco para garantir o prazo de entrega do empreendimento. A confirmação foi dada pelo titular da pasta, Pádua Andrade, na quarta-feira, 18, em reunião com senadores e deputados da região Nordeste. A nova empresa chamada pelo ministro é a Ferreira Guedes, que ficou em quarto lugar na licitação em que a Esma, que estava responsável pelas obras, venceu.

O Eixo Norte da Transposição irá beneficiar o Estado do Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte. As obras do Rio São Francisco estão atrasadas desde 2016 e a previsão atual é que o trecho seja entregue em setembro deste ano. Os jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida pediram que, desta vez, as obras sejam concluídas e que o Ministério do Planejamento e o Tribunal de Contas da União (TCU) fiscalizem os trabalhos da transposição, para que não ocorra mais atrasos.

Péssima notícia para quem tem plano de saúde

Os jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida trouxeram a notícia de que as operadores de planos de saúde vão reajustar em 13% os valores das mensalidades. Pelo quarto ano seguido, as entidades aumentam o valor dos planos acima de dois dígitos, o que, para Beto Almeida, não condiz com a inflação. Ele, inclusive, fez críticas a Agência Nacional de Saúde (ANS), que, para Beto, não defende o consumidor e não faz a mediação entre os usuários e as operadoras.

Confira no anexo abaixo o Bate Papo Político na íntegra, com as análises dos jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida!

Lido 2325 vezes Última modificação em Sexta, 20 Abril 2018 09:51