MAIS LIDAS AGORA:

Nesta segunda-feira (23), por volta das 10h, a comunidade da Vila Manoel Sátiro recebe o Projeto “BiblioSesc”, que fomenta o hábito da leitura entre crianças, jovens e adultos. A atração é gratuita e oferece aos participantes consulta local ao acervo e empréstimo domiciliar de livros.

O projeto trata-se de uma Unidade Móvel de Biblioteca do Serviço Social do Comércio (SESC), que se instala na sede da Legião da Boa Vontade (LBV), de 9h ás 16h. O objetivo é de facilitar o ingresso do público, especialmente nas periferias das grandes cidades, aos serviços de biblioteca, além de formar novos leitores e promover o acesso à informação.

 

Com informação da A.I

9h: Lançamento do Programa ‘Nem 1 Aluno Fora da Escola’.

Local: Palácio da Abolição 

14h: Reuniões internas 

17h: Assinatura da ordem de serviço para a construção da Areninha do Itaoca, em Fortaleza 
Local: Campo do Itaoca - rua Álvares Cabral com rua Peru (próximo à Av. Senador Carlos Jereissati)

 

Com informação do Governo do Estado do Ceará

Mês de abril já é o mais chuvoso da década, diz a Funceme. O correspondente do Jornal Alerta Geral (Expresso 104,3 FM – Grande Fortaleza e Região Metropolitana + 25 emissoras do Interior do Estado), Franzé Sousa traz mais informações. Confira no anexo abaixo:

Após boas precipitações nos primeiros 15 dias de abril, o Ceará registrou chuvas em apenas 28 cidades neste sábado (21), segundo boletim da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).

A maior precipitação ocorreu no município de Russas, na Região Jaguaribe, com 61,5 milímetros. Choveu também em Quixadá com 53 milímetros, Jaguaruana (46 milímetros), Morada Nova (33,4 milímetros) e Jaguaretama (31,6 milímetros).

Previsão para sábado:

No decorrer do dia, há possibilidade de chuva no noroeste do estado, na região Jaguaribana e no sertão central e Inhamuns. Nas demais áreas, céu entre parcialmente nublado e claro.

Previsão para domingo:

Nebulosidade variável com eventos de chuva no centro-norte. No sul, há possibilidade de chuva ao longo do dia.

Previsão para segunda-feira:

No decorrer do dia, nebulosidade variável com eventos de chuva no centro-sul do estado. Nas demais regiões, há possibilidade de chuva.

Dez maiores chuvas por Municípios no dia:

  • Russas (Posto: Russas) : 61.5 mm
  • Quixadá (Posto: Ac. Pedras Brancas) : 53.0 mm
  • Quixadá (Posto: Tapuiara) : 50.0 mm
  • Jaguaruana (Posto: Jaguaruana) : 46.0 mm
  • Morada Nova (Posto: Fazenda Lacraia) : 33.4 mm
  • Jaguaretama (Posto: Fazenda Coque) : 31.6 mm
  • Quixadá (Posto: Ac. Cedro) : 25.0 mm
  • Russas (Posto: Sitio Timbauba Macore) : 24.6 mm
  • Jaguaruana (Posto: Borges) : 18.0 mm
  • Acaraú (Posto: Lagoa Do Carneiro) : 17.2 mm

Aporte nos açudes

Conforme a Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), as chuvas na bacia de contribuição do Açude Castanhão – o maior reservatório do Estado, e uma das maiores barragens de múltiplos usos do Nordeste – elevaram as suas reservas de 139,5 milhões de metros cúbicos de água em fevereiro para 487,61 milhões de metros cúbicos até esta quarta-feira (18).

O volume mais que triplicou no período, saltando de 2,08% para 7,28%. O açude continua recebendo aportes significativos. Contudo, é necessário ressaltar que os níveis ainda são baixos, visto que o Castanhão é um reservatório estratégico não só para o Vale do Jaguaribe – onde estão várias cidades de porte médio e a maior área irrigada do Estado –, como para a Região Metropolitana de Fortaleza. A capacidade total do Castanhão é de 6,7 bilhões de metros cúbicos.

No comparativo com o mapa do Monitor de Secas de fevereiro, não houve mudanças significativas. Na parte norte do Estado onde, em algumas áreas, as precipitações foram regulares ao longo de março, os indicadores mostram uma redução de um nível de severidade da seca, além de um aumento na área sem seca. Já a parte centro-sul, as precipitações de março foram irregulares e os indicadores de curto e longo prazo não indicam mudança no cenário de forma geral.

 

Com informação do G1

Ao todo, 49 equipamentos serão espalhados pelo Estado para promover esporte e cidadania. Mais de 100 outros Campinhos, com estrutura menor que a de uma Areninha, também serão instalados nos municípios cearenses

A primeira das 49 Areninhas que serão implantadas em 44 municípios cearenses foi inaugurada nesta sexta-feira (20), no município do Crato. O início das atividades do equipamento esportivo foi marcado por partida comemorativa de futebol com a comunidade, na qual o governador Camilo Santana também participou. Entre um toque de bola e outro, a população e o chefe do Executivo estadual celebraram o espaço que visa à promoção do esporte e da cidadania. O prefeito do Crato, José Ailton Brasil, deputados, secretários estaduais e servidores estaduais e municipais também integraram o elenco da partida.

De acordo com o governador Camilo Santana, outra Areninha está prevista para o município do Cariri. “Esse equipamento é para o lazer dos esportistas, da juventude, e vai funcionar pela manhã, à tarde e à noite. E campo é todo no padrão da Federação Internacional de Futebol (Fifa)”, destacou. “Além disso, a prefeitura do Crato vai desapropriar o terreno que fica aqui vizinho para fazer uma quadra de vôlei”, antecipou.

O investimento da obra é da ordem de R$ 1,6 milhão, sendo 80% do montante oriundos do Tesouro Estadual. Os outros 20% são de contrapartida do Município.

Além das Areninhas, o Governo do Ceará finaliza licitação para a construção de mais de 100 Campinhos – equipamentos com estrutura menor que a de uma Areninha, similar a um campo society. Além disso, em Fortaleza, 16 novas Areninhas serão construídas pelo programa Juntos por Fortaleza, ação que une o Estado e a prefeitura da Capital cearense. Outros equipamentos já funcionam em Fortaleza com gestão da Prefeitura.


Para todas as idades e práticas esportivas
O estudante Caio Borges, de 15 anos, mora bem perto de onde a Areninha está instalada, no bairro Seminário. Ele conta que o equipamento vai atrair a juventude da cidade, que até então não tinha um espaço urbanizado e iluminado para “bater uma bolinha”. “Ter um espaço como esse é muito bom para a população, porque as crianças e os jovens ficam brincando de bola no meio da rua”, alertou. E continuou: “e não é só para jogar futebol, pode ser qualquer prática esportiva. O espaço é grande, dá para aproveitar bem”.


E quem concorda com isso é José Carvalho Leite, de 60 anos. O aposentado caminha pelo bairro de segunda à sexta com a esposa Maria Nádia Rolim, de 56 anos. Ele destacou que as Areninhas são complementares às Escolas Estaduais de Tempo Integral para “tirar o jovem da ociosidade”. “Vai ter uma adesão muito grande, e não só pelos jovens”, afirmou. “E dá pra fazer (no espaço), ainda, festa junina, quadrilha, né?”, emendou.

O projeto
Lançado em setembro último, o Projeto Areninha do Ceará pretende dar uma nova dinâmica social às cidades cearenses, possibilitando uma estrutura para prática esportiva e lazer da população. Cada Areninha terá gramado sintético, bancos de reserva, alambrados, rede de proteção, iluminação, vestiário, depósito para materiais rampa de acesso para cadeirantes, paisagismo e pavimentação no entorno. O investimento total do projeto é da ordem de R$ 100 milhões, financiados com recursos do Programa de Apoio às Reformas Sociais (Proares III) – mesmo programa que financia as Praças Mais Infância e outras estruturas do Estado.

As obras são realizadas pelo Governo do Ceará, por meio da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS) e do Departamento de Arquitetura e Engenharia do Estado do Ceará (DAE). Os terrenos são cedidos pelas prefeituras na zona urbana da cidade e têm, em média, área de 95 metros por 73 metros. Os campos apresentam dimensão de 85 m por 60 m.


Areninhas pelo Ceará
Os 44 municípios contemplados com o equipamento são: Acaraú, Acopiara, Aquiraz, Aracati (Sede e Canoa Quebrada), Barbalha, Beberibe, Boa Viagem, Brejo Santo, Camocim, Canindé, Cascavel, Caucaia (duas unidades), Crateús, Crato (duas unidades), Eusébio, Granja, Guaraciaba do Norte, Horizonte, Icó, Iguatu, Ipu, Itaitinga, Itapajé, Itapipoca, Juazeiro do Norte (duas unidades), Limoeiro do Norte, Maracanaú (duas unidades), Maranguape, Mombaça, Morada Nova, Pacajus, Pacatuba, Paracuru, Quixadá, Quixeramobim, Russas, São Benedito, São Gonçalo do Amarante, Santa Quitéria, Sobral, Tauá, Tianguá, Trairi e Viçosa do Ceará.

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Ceará
Gabinete do Governador
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
(85) 3466.4898

Primeira cidade do Ceará a começar a campanha de imunização contra a gripe este ano, Caucaia já dispõe de doses em todas as 46 salas de vacina do município. Nesta sexta-feira (20/4), as dez unidades localizadas em zona rural e em território indígena receberam lotes e imediatamente passaram a oferecer o serviço, iniciado ontem na zona urbana.

A campanha foi antecipada pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) em quatro dias por conta do elevado número de casos de H1N1 registrados em Fortaleza. O fluxo de pessoas entre a capital e Caucaia é intenso e diário, o que pode representar risco devido ao elevado poder transmissibilidade da doença. A gripe em geral é transmitida por via aérea (tosse ou espirro).

Além da gripe comum, a vacina ofertada pela Prefeitura previne ainda contra os subtipos H1N1 e H3N2. Nem todo mundo, contudo, pode se vacinar. Quem já estiver gripado ou for alérgico à proteína do ovo não deve receber a dose. Nesses casos, é obrigatória a busca por orientação médica prévia.

Por ora, a campanha vacinará somente “grupos de risco”. São eles: crianças com idade entre seis meses e cinco anos incompletos, gestantes, puérperas (mulher que deu à luz há dois meses), lactantes, idosos, portadores de doenças crônicas, trabalhadores da saúde, professores e população privada de liberdade.

Os caucaienses com essas características que não têm como ir a um posto receberão equipes em casa. Basta solicitar o serviço ao Agente Comunitário de Saúde da região ou por telefone, direto no posto de saúde do bairro. A visita é agendada. Cuidadores de idosos também podem ser beneficiados.

Em crianças com idade entre seis meses e dois anos, há a necessidade de aplicação de duas doses no intervalo de 30 dias. O mesmo vale para a faixa etária compreendida entre três anos e oito anos. Já para crianças a partir de nove anos e adultos, a dose é única.

A meta da Prefeitura é proteger pelo menos 80 mil caucaienses até 1º de junho, quando a mobilização nacional para “grupos de risco” encerra e será aberta à população em geral. Neste primeiro momento, 16 mil vacinas serão aplicadas no município, que continuará sendo abastecido pelo Estado conforme o surgimento de mais demanda. Em todo o Brasil, o Ministério da Saúde projeta a imunização de mais de 54 milhões de pessoas.

Caucaia tem um caso de H1N1 confirmado (uma garota de quatro anos) e dois sob investigação: um homem de 51 anos oriundo de Fortaleza e uma gestante de 33 anos. Nenhuma morte em decorrência da doença foi registrada no município. Até o momento, o Ceará soma 24 casos de H1N1 e quatro óbitos.

ONDE A VACINA JÁ ESTÁ DISPONÍVEL.
UBS Assistência à Criança (Caic), no bairro Padre Júlio Maria
UBS Dr. Joaquim Braga, no bairro Planalto Caucaia
UBS Maria dos Passos Matias Gomes, no bairro Novo Pabussu
UBS Maria Firmino Mendes (Dona Cotinha), no Centro de Caucaia
UBS Terezinha Lima Moreira, no bairro Parque Soledade
UBS Parque Soledade II, no bairro Parque Soledade
UBS Ernandes Pires de Sousa, na Iparana
UBS Francisco Ferreira da Silva, no Itambé
UBS Maria dos Santos Menezes, no Icaraí/Barra Nova
UBS Célia Nascimento, no Jardim Icaraí
UBS Maria Helena Aguiar, no Cumbuco
UBS Pedro Gabriel de Oliveira, no Parque Leblon
UBS Rita de Cássia Oliveira Eugênia, no Mestre Antônio
UBS Rodrigues dos Santos, na Tabuba/Parazinho
UBS Valdenúzia Moreira Bastos, no Pacheco
UBS João Rodrigues da Silva, no Genipabu
UBS Luiz Costa Vieira, no Capuan
UBS Emanuel Gomes da Silva, no Toco
UBS Júlia Pessoa de Araújo, no Mirambé
UBS Maria de Jesus Ferreira, no Picuí
UBS Rocilda Oliveira Pontes, no Metrópole
UBS Sérgio Rodrigues Teixeira, no Nova Metrópole
UBS Ametista de Oliveira Bastos, no Novo Guadalajara
UBS Antônio J. P. Machado – Araturi, na Associação Guadalajara
UBS C. Integrado de Desenvolvimento Infantil (Cidi), no Marechal Rondon
UBS Francisca Carlota de Matos, no bairro Guadalajara
UBS Francisca de Fátima L. da Costa, na Associação Guadalajara
UBS Francisco Paulo Pontes, no Marechal Rondon
UBS Lar Fabiano de Cristo (Capemi), no Marechal Rondon
UBS Afonso de Medeiros, no Tabapuá
UBS Dr. Francisco Djalma Soares, no Tabapuazinho
UBS Ednir Carneiro Galeno, no Potira I
UBS Giselda Magalhães Bezerra, no Potira II
UBS Maria de Lourdes Gomes Dantas, no Parque Albano
UBS Novo São Miguel, no Novo São Miguel
UBS Velho São Miguel, no Velho São Miguel
UBS Dr. Renato Braga, no Bom Princípio
UBS José Maria Matos, na Carauçanga
UBS Nilda Matos Brito de Miranda, na Tucunduba
UBS Eduardo Nogueira Jr, no Arianópolis
UBS Tecla Gonzaga Sales, no Tabuleiro Grande
UBS Maria F. do Nascimento, nos Matões
UBS João Marcolino de Oliveira, nos Sítios Novos
UBS Inácio Monteiro Gondim, na Catuana
UBS Antônio Brasileiro, na Primavera
UBS Comunidade Indígena Padre Júlio Maria, no Padre Júlio Maria Cesit

Sábado, 21 Abril 2018 07:09

Oito escolas e três quadras serão reformadas

Escrito por

A Prefeitura de Caucaia concluiu o processo de licitação para a reforma de oito unidades educacionais e três quadras poliesportivas da rede municipal de ensino. O investimento será de mais de R$ 2,3 milhões.

A reforma das escolas concentrará 78% desses recursos. A Secretaria Municipal de Educação (SME) aplicará, portanto, R$ 1,8 milhão em melhorias nas Escolas de Ensino Infantil e Esnino Fundamental (EEIEF) Augusto César Silva Sales (localizada no Itambé), Maria Dolores Menezes de Almeida (Novo Pabussu), Dona Lavínia (Tabapuazinho), Luíza Moraes Correia Távora (Conjunto São Miguel), Monsenhor André Viana Camurça (Conjunto Araturi), Alice Moreira de Oliveira (Sítios Novos), Luíza Rocha Mota (Cauípe) e Plácido Monteiro Gondim (Catuana).

Já as quadras poliesportivas contempladas serão as das EEIEFs Verônica Maria da Silva de Menezes (Nova Munguba), 7 de Setembro (Parque Guadalajara) e Francisca Alves do Amaral (Nova Metrópole). O aporte será de R$ 519 mil (ou 22% do total).

As ordens de serviço para o início das obras devem ser assinadas pelo prefeito Naumi Amorim nas próximas semanas. “Muitas escolas precisam de reforma. A gente tem consciência de que a demanda é grande porque foram anos e anos as nossas crianças praticamente jogadas em depósitos. Mas aos poucos nós vamos dando condições mais dignas pra elas e pros professores”, afirma Naumi.

Ele refere-se à reforma da EEIEF Adélia Crisóstomo, localizada no Boqueirão, autorizada no último dia 13. Em 40 anos de funcionamento, a unidade nunca passou por uma intervenção de grande porte. Recebeu sempre apenas pequenos reparos. Nas fortes chuvas do ano passado, parte do muro desabou. Será reconstruído agora.

RETROSPECTIVA
Ano passado, a Prefeitura reformou dez escolas e 11 quadras poliesportivas. Todas a partir de estudos técnicos da SME e de demandas apresentadas pela comunidade. Foram investidos mais de R$ 3,5 milhões nas escolas Adriano Martins (Pacheco), Nair Magalhães Guerra (Grilo), Dalva Pontes (Cigana), Flávio Portela Marcílio (Itambé), Helena de Aguiar Dias (Cumbuco), Luiza Moraes Sales (Conjunto São Miguel), Erbe Teixeira Firmeza (Iparana), Francisca Alves do Amaral, Economista Rubens Vaz (Marechal Rondon), Danilo Dalmo da Rocha (Parque Potira) e 7 de setembro.

Também receberam melhorias as escolas Economista Rubens Vaz da Costa (Marechal Rondon), Rita de Cássia Brasileiro Pontes (Araturi), Antônio Dias Macedo (Coqueiros), Estevam Matias de Paula (Santa Rosa), Paulo Ferreira da Rocha (Matões), Plácido Monteiro Gondim (Matões), Flávio Portela Marcílio (Itambé), Maria Dolores Menezes de Almeida (Novo Pabussu), Nedi Edson Queiroz (Jurema) e Adriano Martins (Pacheco).

A Secretaria Municipal de Patrimônio, Serviços Públicos e Transporte (SPSPTrans) continua com o mutirão de limpeza das lagoas e canais de Caucaia. Após quase duas semanas de trabalho, o bairro do Açude teve sua lagoa limpa e o seu entorno recebeu o tratamento de capinação. Ali, máquinas fizeram a limpeza das águas, retirando todos os aguapés.

O titular da SPSPTrans, Assis Medeiros, reforçou o compromisso com a limpeza público e disse que outras localidades terão o mesmo tratamento. “As próximas lagoas a serem limpas serão Tabapuá, Capuan, Jandaiguaba e Genipabu. Daqui a alguns dias já iniciaremos a limpeza”, ressalta o secretário.

O mutirão já beneficiou alguns canais da cidade, como o São Miguel, Itambé, Picuí, Esplanada do Araturi. Além disso, o canal do Potira, do Arianópolis e o riacho da Urucutuba estão com serviços em andamento.

Com informações da PMC

A capacitação para os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) da região do Litoral e do Itambé foi intensa nesta sexta-feira (20/4) no Centro Municipal de Formação e Avaliação (Cemfa), na Tabuba, com mais uma turma do Programa Busca Ativa Escolar. O intuito do encontro foi reduzir a taxa de abandono do Ensino Fundamental e a distorção idade-série, através de uma ação da Prefeitura de Caucaia, por intermédio da Secretaria Municipal de Educação (SME) e da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Conforme a primeira-dama do município e articuladora do Selo Unicef em Caucaia, Erika Amorim, a participação dos profissionais de saúde são de suma importância para ajudar a recuperar os alunos que deixam de freqüentar as aulas por algum motivo. “Esta união fará uma grande diferença e contribuirá para uma cidade com mais crianças fazendo o correto que é estudar e se dedicar aos estudos”, ressalta.

O Busca Ativa Escolar é um dos programas trabalhados pela Prefeitura na busca pelo Selo Unicef. Ele consiste no resgate dos alunos que estão fora da escola. Para a diretora de planejamento da SME, Célia Coelho, o programa é uma plataforma que identifica, acompanha e faz o monitoramento permanente das crianças na escola. "As crianças serão identificadas através da plataforma onde os ACS em visitas às residências, identificando as crianças fora da escola e enviando um alerta para a Educação. Um técnico da secretaria é encaminhado para verificar por qual motivo a criança esta fora da escola”, explica.

Dentro das diversas situações sociais, por deficiência, falta de transporte escolar, falta de vagas, por conta de exploração sexual ou trabalho infantil, os técnicos da Educação identificam a causa e acionam a secretaria responsável que poderá contribuir para solucionar o problema. Assim, a criança é reconduzida a escola e acompanhada por um monitoramento social.

As formações seguem até o dia 27 de abril. Na próxima terça-feira (24/04), o encontro será realizado com os agentes da Região IV (020 e Metrópole) e da Região V (Jurema). No dia 26, será a vez dos profissionais da Região VI (Jurema) e, por fim, no dia 27 de abril, com os agentes comunitários da Região 222.

Com informações do INSS

Página 1 de 7