MAIS LIDAS AGORA:

Você sabia que muitas mazelas que hoje se tornaram pandemias no planeta, como alergias, intolerância a lactose, tendência a obesidade, déficit de atenção, entre outras, podem ser evitadas com simples práticas de nutrição saudável, a partir da gestação? É com o objetivo de transferir esse conhecimento para mães, estudantes e interessados, que será realizado nos dias 27 e 28 de abril, na Unifanor, em Fortaleza, o Workshop Saúde Materno Infantil - o Papel da Nutrição.

O curso será ministrado pela especialista em nutrição clinica e pós-graduanda em nutrição materno infantil na prática clinica e ortomolecular, Ticiane Aragão, que tem experiência no atendimento em consultório, de mulheres que desejam engravidar, gestantes, lactantes, crianças e adolescentes. Tem atuação também em atendimento às crianças com diagnostico de TEA, Aspenger, TOAH, síndrome de Down e Câncer Infantil. Segundo ela, o curso abordará os seguintes temas: orientações sobre alimentação na gestação e aleitamento materno; introdução alimentar; alimentação no pré-escolar e a importância da nutrição nos primeiros mil dias de vida da criança.

O Workshop está dividido em dois momentos. Na sexta-feira, dia 27, acontecerá à parte teórica, das 18h30 às 21h30 e no sábado serão duas turmas em aulas práticas, uma das 8 às 11 horas e outra das 13 às 16 horas. O curso prático é optativo, mas tem como pré-requisito ter participado do teórico.

Ticiane assevera que na parte teórica será feita uma abordagem desde o início da gestação, passando pelo período fértil da mulher e da gestação propriamente dita. “Esse é um momento crucial, onde se pode determinar o que a criança pode vir a ser no futuro. A depender do tipo de alimentação da mãe nesse período, se ela utiliza muita alimentação industrializada, pode estar selando o destino do seu filho no futuro, como uma pessoa com hipertensão, com dificuldade para emagrecer ou alérgicas. Isso ocorre porque ela está proporcionando, sem saber, a programação metabólica e seus efeitos na vida futura do seu filho”, pontua.

A especialista frisa que também serão abordados temas como o aleitamento materno, sua importância; a instrução alimentar, quais os grupos alimentares; a alimentação para o pré-escolar; suplementação desde o período pré-gestacional, na pré infância; importância da vitamina D, do Omega 3; dos probióticos; a alimentação na adolescência, entre outros. “Temos uma epidemia de déficit de atenção, que é resultado de uma gestação onde a alimentação não foi a devida”, ressalta.

Segundo Ticiane, nas oficinas no sábado, os alunos vão colocar a mão na massa e aprender receitas práticas, nutritivas, saborosas e saudáveis. “Através da combinação de ingredientes funcionais, e com o intuito é variar a alimentação da criança, vamos dar orientações sobre a escolha dos alimentos para a montagem de uma lancheira saudável”, destaca.

Ela observa que todas as preparações serão degustadas pelos participantes e será entregue uma apostila contendo um resumo da parte teórica e outra com todas as receitas confeccionadas na oficina. “Vamos desenvolver receitas para atender desde bebês até as crianças em idade escolar e crianças com seletividade. Serão receitas saudáveis como, por exemplo, gelatina feitas só com suco de fruta, nuggets com frango e linhaça, coxinha saudável, entre outros”, detalha.

Serviço:

WorkShop Saúde Materno Infantil

Dias: 27 e 28 de abril

Local: Unifanor - Campo Dunas

Endereço: Rua Antonio Gomes Guimarães, 150, Papicu

Mais informações

Contatos – Andreza (085) 98715 1101

       Neyce (085) 98699 -1303

Email: promoflordivina@gmail,com

Inscrições: https://goo.gl/2Kow34

Os moradores do bairro Conjunto Ceará, em Fortaleza, recebem nesta quinta-feira (19), às 9 horas, a nova sede da Escola de Ensino Médio em Tempo Integral Maria Antonieta Nunes. A unidade tem capacidade para atender até 540 alunos. O investimento foi de R$ 7,3 milhões, provenientes dos Governos Federal e Estadual. Esta será a segunda escola entregue neste ano àquela comunidade. A primeira foi a Escola de Ensino Médio Gentil Barreira, em fevereiro.

A estrutura é constituída de três pavimentos, com 12 salas de aula, auditório, biblioteca, laboratórios de Informática, Física, Química, Biologia e de Matemática, biblioteca, além de ginásio poliesportivo. A obra foi supervisionada pelo Departamento de Arquitetura e Engenharia (DAE), órgão vinculado à Secretaria da Infraestrutura (Seinfra).

Em 2018, a Escola passou a ofertar o tempo integral para os estudantes. Assim, cumpre jornada de nove horas, garantindo três refeições diárias. O currículo é composto por 30 horas semanais de disciplinas da base comum a todos e 15 horas na parte flexível, sendo que 10 são escolhidas pelos alunos. A oferta das eletivas é estruturada levando em consideração eixos temáticos, de modo a possibilitar aos alunos a estruturação de seu itinerário formativo e uma reflexão sobre sua trajetória acadêmica, desenhada por suas escolhas e interesses.

Serviço

Inauguração da nova sede da Escola Maria Antonieta Nunes

Data: 19 de abril de 2018

Horário: 9 horas 

Endereço: Rua 916, s/n, 4ª etapa – Conjunto Ceará – Fortaleza-CE

 

Com informações Governo do Estado do Ceará

O Brasil está em guerra. Melhor, o mundo todo está em guerra contra o assassino número um do planeta: o Mycobacterium tuberculosis. Esse vilão mata, aproximadamente, dois milhões de pessoas ao redor do mundo todos os anos. Conhecido também como bacilo de Koch, essa bactéria é responsável pela Tuberculose – uma doença que já matou reis e plebeus. Mas, apesar da fama de maior vilão de todos os tempos, a doença tem um ponto fraco que já foi descoberto pela ciência. Realizando o tratamento adequado e até o final, os medicamentos combinados em comprimidos conseguem destruir a bactéria.Mas, precisamos ter atenção. Porque esse vilão sempre acha um jeito de continuar na história. Quem conta mais detalhes é a coordenadora do Programa Nacional de Controle da Tuberculose, Denise Arakaki.

“A tuberculose tem cura, ela é de diagnóstico fácil. É uma doença curável. Mas, apesar de todos os esforços, é a doença que mais mata no mundo. Ela superou, como agente único, a doença causada por um único agente, ela conseguiu superar número de mortes pelo HIV, pela malária, por todas essas outras doenças. Então, hoje o Mycobacterium tuberculosis é considerado o matador número um do planeta.”

E esse perigo pode atingir qualquer pessoa em qualquer parte. Isso porque o bacilo fica suspenso no ar. e tem uma tática infalível para se manter vivo por gerações e gerações. A doutora Arakaki explica a razão.

“A Tuberculose nunca será erradicada. Por quê? Porque sempre haverá pessoas que tem o bacilo dentro de si. E uma vez que a gente pode ter o bacilo dentro de nós, quando a gente envelhece, quando a gente desenvolve um diabete, quando a gente desenvolve uma doença, uma doença imunossupressora, quando a gente desenvolve um câncer e faz uma terapia imunossupressora, são momentos em que o bacilo se manifesta. Porque a gente sabe que a Tuberculose se aproveita de situações de vulnerabilidade. Então, a Tuberculose sempre existirá. E por isso que a Tuberculose é uma das doenças mais antigas do mundo e ela consegue se manter ao longo da história viável, apesar de todas as mudanças sociais que nós presenciamos, que a gente já viveu, a Tuberculose continua viva.”  

Mas calma! Apesar da quase imortalidade nós temos como derrotar o Mycobacterium Tuberculosis. É só ficar atento aos sintomas: tossiu por mais de três semanas ou está suando demais à noite e perdendo muito peso rápido? Vá para a unidade de saúde mais próxima e peça para fazer o teste da Tuberculose. É gratuito. E se o diagnóstico for positivo, comece o tratamento imediatamente! E, claro, não pule nenhuma etapa. Lembre-se: estamos em guerra contra esse assassino e podemos vencer! Tuberculose tem cura. Todos juntos contra a Tuberculose. Para mais informações, acesse: saude.gov.br/tuberculose.

 

Com informações Agência do Rádio

está em guerra. Melhor, o mundo todo está em guerra contra o assassino número um do planeta: o Mycobacterium tuberculosis. Esse vilão mata, aproximadamente, dois milhões de pessoas ao redor do mundo todos os anos. Conhecido também como bacilo de Koch, essa bactéria é responsável pela Tuberculose – uma doença que já matou reis e plebeus. Mas, apesar da fama de maior vilão de todos os tempos, a doença tem um ponto fraco que já foi descoberto pela ciência. Realizando o tratamento adequado e até o final, os medicamentos combinados em comprimidos conseguem destruir a bactéria.Mas, precisamos ter atenção. Porque esse vilão sempre acha um jeito de continuar na história. Quem conta mais detalhes é a coordenadora do Programa Nacional de Controle da Tuberculose, Denise Arakaki.

“A tuberculose tem cura, ela é de diagnóstico fácil. É uma doença curável. Mas, apesar de todos os esforços, é a doença que mais mata no mundo. Ela superou, como agente único, a doença causada por um único agente, ela conseguiu superar número de mortes pelo HIV, pela malária, por todas essas outras doenças. Então, hoje o Mycobacterium tuberculosis é considerado o matador número um do planeta.”

E esse perigo pode atingir qualquer pessoa em qualquer parte. Isso porque o bacilo fica suspenso no ar. e tem uma tática infalível para se manter vivo por gerações e gerações. A doutora Arakaki explica a razão.

“A Tuberculose nunca será erradicada. Por quê? Porque sempre haverá pessoas que tem o bacilo dentro de si. E uma vez que a gente pode ter o bacilo dentro de nós, quando a gente envelhece, quando a gente desenvolve um diabete, quando a gente desenvolve uma doença, uma doença imunossupressora, quando a gente desenvolve um câncer e faz uma terapia imunossupressora, são momentos em que o bacilo se manifesta. Porque a gente sabe que a Tuberculose se aproveita de situações de vulnerabilidade. Então, a Tuberculose sempre existirá. E por isso que a Tuberculose é uma das doenças mais antigas do mundo e ela consegue se manter ao longo da história viável, apesar de todas as mudanças sociais que nós presenciamos, que a gente já viveu, a Tuberculose continua viva.”

Mas calma! Apesar da quase imortalidade nós temos como derrotar o Mycobacterium Tuberculosis. É só ficar atento aos sintomas: tossiu por mais de três semanas ou está suando demais à noite e perdendo muito peso rápido? Vá para a unidade de saúde mais próxima e peça para fazer o teste da Tuberculose. É gratuito. E se o diagnóstico for positivo, comece o tratamento imediatamente! E, claro, não pule nenhuma etapa. Lembre-se: estamos em guerra contra esse assassino e podemos vencer! Tuberculose tem cura. Todos juntos contra a Tuberculose. Para mais informações, acesse: saude.gov.br/tuberculose.

O câncer figura como principal causa de morte em 516 dos 5.570 municípios brasileiros. É o que aponta pesquisa divulgada hoje (16) pelo Observatório de Oncologia do movimento Todos Juntos Contra o Câncer, em parceria com o Conselho Federal de Medicina (CFM). O estudo alerta que a doença avança no Brasil ano após ano e, caso a trajetória seja mantida, em pouco mais de uma década as chamadas neoplasias serão responsáveis pela maioria dos óbitos em todo o país.

Os dados mostram que a maior parte das cidades brasileiras onde o câncer aparece como principal causa de morte está localizada em regiões mais desenvolvidas, justamente onde a expectativa de vida e o Índice de Desenvolvimento Humanos são maiores. Dos 516 municípios onde os tumores mais matam, 80% ficam no Sul (275) e Sudeste (140), enquanto o Nordeste concentra 9% dessas localidades (48); o Centro-Oeste, 7% (34); e o Norte, 4% (19).

As cidades em questão concentram, ao todo, uma população de 6,6 milhões de pessoas. Onze delas são considerados de grande porte, sendo Caxias do Sul (RS) a mais populosa entre elas, com quase meio milhão de habitantes. São classificadas como de médio porte 27 cidades com população entre 25 mil e 100 mil pessoas, enquanto as demais, maioria, se situam na faixa de pequenos municípios, com menos de 25 mil habitantes. Araguainha, menor município do Mato Grosso, é também a menor cidade identificada na lista.

De acordo com o estudo, o Rio Grande do Sul é o estado com maior número de municípios (140) onde o câncer aparece como primeira causa de morte. Enquanto em todo o país as mortes pela doença representam 16,6% do total, no território gaúcho, o índice chega a 33,6%. Um dos fatores que, segundo a pesquisa, pode explicar a alta incidência de câncer na região são as características genéticas da população, que pode apresentar maior predisposição para desenvolver um tipo de câncer.

Perfil

Com base no Sistema de Informações de Mortalidade, a pesquisa identificou que, das 9.865 mortes registradas nas 516 cidades ao longo do ano de 2015, a maioria foi entre homens (57%). Seguindo a tendência, em 23 estados, os homens lideram o número absoluto de mortes. Em 21 municípios, não houve sequer um registro de óbitos entre mulheres. Apenas no Ceará e no Mato Grosso do Sul, elas foram maioria nos registros de óbitos, enquanto em 62 cidades, as mortes registradas foram iguais para ambos os sexos.

Com relação à idade, metade dos óbitos se concentra nas faixas de 60 a 69 anos (25%) e de 70 a 79 anos (25%). Em seguida, a maior proporção aparece no grupo com mais de 80 anos (20%). Crianças e adolescentes até 19 anos somaram 19% dos óbitos no mesmo ano.

Números

O levantamento revela ainda que, em 2015, foram registradas 209.780 mortes por câncer no Brasil – um aumento de 90% em relação a 1998, quando foram registrados 110.799 óbitos pela doença. O crescimento das mortes por neoplasias durante o período, segundo o relatório, foi quase três vezes mais rápido que o crescimento dos óbitos provocados por infartos ou derrames.

Dados da Organização Mundial da Saúde indicam que, em todo o planeta, o câncer é responsável por 8,2 milhões de mortes todos os anos. Cerca de 14 milhões de novos casos são registrados anualmente e a previsão da entidade é que as notificações devam subir até 70% nas próximas duas décadas.

Com informações Agência Brasil

Segunda, 16 Abril 2018 10:11

Inscrições para o Encceja começam nesta segunda

Escrito por

As inscrições para o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja Nacional) deste ano serão abertas às 10h de hoje, 16. O prazo para fazer a inscrição termina no dia 27 de abril. As provas serão realizadas no dia 5 de agosto. O sistema de inscrição pode ser acessado na página do Encceja na internet.

O exame é direcionado aos jovens e adultos que não concluíram os estudos na idade apropriada para cada nível de ensino. Os participantes devem ter, no mínimo, 15 anos completos na data de realização do exame, para quem busca a certificação do ensino fundamental. Quem busca a certificação do ensino médio tem que ter, no mínimo, 18 anos completos na data de realização do exame. A participação é voluntária e gratuita.

Durante a inscrição, o participante deve ficar atento à seleção das áreas de conhecimento. Quem quer o certificado de conclusão do ensino fundamental ou do ensino médio precisa ter proficiência nas quatro áreas do conhecimento e na redação. Mas o participante que já tem alguma declaração parcial de proficiência, obtida em edições passadas do Enem ou do próprio Encceja, fica liberado de fazer a prova da área na qual já tem proficiência comprovada. Na inscrição, o participante também precisa escolher a instituição na qual pretende solicitar a certificação ou a declaração parcial de proficiência.

Os resultados individuais do Encceja permitem a emissão de dois documentos: a certificação de conclusão do ensino fundamental ou do ensino médio, para o participante que conseguir a nota mínima exigida nas quatro provas objetivas e na redação, e a declaração parcial de proficiência, para o participante que conseguir a nota mínima exigida em uma das quatro provas, ou em mais de uma, mas não em todas.

Também serão realizados neste ano o Encceja para quem mora no exterior, para adultos submetidos a penas privativas de liberdade e para adolescentes sob medidas socioeducativas que incluam privação de liberdade.

Com informações da Agência Brasil

A Secretaria Municipal de Educação (SME) realiza nesta segunda-feira, 16, a solenidade de entrega de medalhas e troféus aos vencedores dos Jogos Escolares 2018 de Caucaia. A cerimônia acontecerá no Colégio Parque Estudantil Guadalajara, na Grande Jurema, a partir das 10 horas.

Coordenador dos Jogos, o professor Karluso Lima classifica como ótimo o desempenho das equipes. Todas participam dos torneios acompanhadas por professores e assistentes, e recebem apoio tanto de transporte quanto de alimentação. Os Jogos Escolares 2018 contemplaram quatro modalidades: futsal, basquete, vôlei e handebol. Cerca de quatro mil alunos participaram dos torneios.

Além do prefeito Naumi Amorim, da primeira-dama Erika Amorim e da secretária municipal de Educação, professora Lindomar Soares, estarão presentes na solenidade de encerramento: o presidente da Associação Cearense de Árbitros de Futsal, Evaldo Wellington; o presidente da Federação Cearense de Handebol, Fabiano Lima, e o presidente da Federação Cearense de Desporto Escolar, Ilderlan Pereira.

Os times vitoriosos dos jogos municipais são naturais candidatos a participarem dos Jogos Escolares Estaduais de 2018, contando com o mesmo apoio da Secretaria Municipal de Educação para representar Caucaia frente aos demais municípios.

Com informações da Prefeitura de Caucaia

Segunda, 16 Abril 2018 06:58

Escola com 40 anos tem primeira reforma autorizada

Escrito por

O prefeito Naumi Amorim e a secretária municipal de educação, professora Lindomar Soares, assinaram nessa sexta-feira, 13, ordem de serviço para reforma da Escola de Ensino Infantil e Ensino Fundamental (EEIEF) Adélia Crisóstomo, localizada no bairro Boqueirão.

A obra está orçada em R$ 156 mil e vai beneficiar uma unidade que completou 40 anos de prestação de importantes serviços aos caucaienses. Durante todo esse período, a escola nunca passou por reforma. Recebeu apenas pequenas manutenções. “O muro, por exemplo, caiu com as chuvas do ano passado. Peço desculpas por só agora começarmos a reconstrução. Mas o processo de licitação é demorado mesmo”, pontuou Naumi.

Ele anunciou a criação de equipes de manutenção destinadas a atender pequenas necessidades de construção civil e reforma de aparelhos elétricos e outros de uso constante nas escolas.

Já Lindomar Soares afirmou que recebeu as 185 escolas da rede pública municipal com oito anos de uso sem reforma. E que graças à sensibilidade do prefeito e da primeira-dama Erika Amorim vem conseguindo reformar as unidades e aparelhá-las para melhorar o atendimento aos grupos gestores, alunos e professores.

Com informações da Prefeitura de Caucaia

O prazo para pedir a isenção da taxa de inscrição no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) termina às 23h59 de amanhã (15), pelo horário de Brasília. O benefício pode ser solicitado na página do Inep.

O resultado da solicitação será divulgado no dia 23 de abril, e os candidatos que tiverem o pedido negado terão até o dia 29 de abril para apresentar recurso da decisão. Quem teve isenção concedida no ano passado e faltou aos dois dias de prova terá que justificar a ausência para ter a gratuidade novamente.

Mesmo com a solicitação, o pedido de isenção não garante a inscrição no exame. Todos os interessados em fazer o Enem, isentos ou não, também deverão fazer a inscrição entre os dias 7 e 18 de maio.

Requisitos 

Quem está cursando a última série do ensino médio, neste ano, em escola da rede pública tem direito à isenção, além disso, aqueles que cursaram todo o ensino médio em escola da rede pública ou como bolsista integral na rede privada e tenham renda per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio também podem solicitar o recurso. 

Também podem pedir isenção, alunos que declararem situação de vulnerabilidade socioeconômica, por ser membro de família de baixa renda, e que esteja inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e estudantes que fizeram o  Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) do ano passado, que tenha atingido a nota mínima. 

 

Com informações Agência Brasil

Foi inaugurada, na noite desta quinta-feira, a nova sede da Escola Estadual de Educação Profissional (EEEP) Avelino Magalhães em Tabuleiro do Norte . A solenidade foi presidida pelo governador Camilo Santana, que estava acompanhado do prefeito do município, Rildson Vasconcelos, e do secretário em exercício da Educação do Estado, Rogers Mendes.

O equipamento já está mudando a realidade de estudantes do Vale do Jaguaribe. “Os professores são ótimos e a estrutura é muito boa, com biblioteca e laboratórios. Eu e minha irmã queremos trabalhar na área da informática e aqui é o melhor lugar para nos preparar para isso”, afirmou Léia Irineu, que cursa o primeiro ano. Já o diretor da escola destaca a estrutura e a aprendizagem. “Cada setor foi pensado com muito cuidado, para que os alunos tenha total condição de assimilar todo conteúdo e colocar em prática no dia a dia dentro da área escolhida para trabalhar”, celebrou o diretor Albert Einstein.

O governador Camilo Santana ressaltou a importância da Escola Profissionalizante, que é a 119ª em todo o Ceará. “Essa escola não deixa a desejar a nenhuma escola particular do Brasil. Trabalhamos para garantir um futuro de qualidade para nossos jovens e o Vale do Jaguaribe conta com um equipamento que vai transformar vidas”, comemorou o chefe do Executivo cearense.

A nova sede

Para construir, equipar e mobiliar a unidade de ensino, foram investidos R$ 13,8 milhões, oriundos dos Governos Federal e Estadual.

A EEEP tem 12 salas de aula, auditório, biblioteca, bloco pedagógico administrativo, laboratórios específicos para os cursos técnicos oferecidos, além dos de Línguas, Informática, Ciências e Matemática. Conta com quatro cursos técnicos: administração; edificações; enfermagem e informática. O prédio tem capacidade para receber até 540 estudantes, em tempo integral, das 7 às 17 horas. Nestas escolas, os estudantes fazem o Ensino Médio e se preparam para o mundo do trabalho.

Ao todo, 4,5 mil empresas são parceiras nos programas de promoção de estágio profissional com o atendimento de 15 mil estudantes que fazem o terceiro ano.

Com informções Governo do Estado do Ceará 

Página 4 de 4