MAIS LIDAS AGORA:

O governador Camilo Santana e a vice-governadora Izolda Cela assinaram, nesta sexta-feira (20), Termo de Compromisso Institucional que inclui Juazeiro do Norte no Território do Pacto por um Ceará Pacífico. O programa viabiliza ações sociais de acolhimento às populações mais vulneráveis e de enfrentamento à violência. Na ocasião, o governador anunciou a entrega da Unidade Integrada de Segurança (Uniseg) para intensificar o policiamento em dez dos 37 bairros do município. Com a unidade, mais 191 policiais militares se somarão ao efetivo de Juazeiro do Norte, que já contava com 278 profissionais. Além disso, 17 câmeras de videomonitoramento serão instaladas em pontos estratégicos da cidade.

De acordo com o governador Camilo Santana, houve um estudo, a partir de um comitê criado para acompanhar a mapeamento do Pacto por um Ceará Pacífico, para definir as principais áreas de vulnerabilidade. “Antes, 47 policiais atuavam nesses dez bairros selecionados. Agora, serão 191 policiais”, afirmou. “Vamos fazer todos os investimentos necessários para garantir mais segurança em Juazeiro”, continuou. O chefe do Executivo antecipou, ainda, a construção de uma nova Delegacia Regional e de estrutura para abrigar um novo Colégio Militar na região.

Conforme esclarece a vice-governadora Izolda Cela, o objetivo do programa de pacificação e cidadania coordenado por ela é “fortalecer ações sociais e também de segurança pública nos territórios mais vulneráveis”. “Contando também com o apoio do município para fortalecer ações sociais para melhorar a vida das pessoas e valorização da comunidade”, complementou.

Também presente na solenidade, o secretário da Segurança Pública e Defesa Social, André Costa, direcionou seu discurso para os novos profissionais e para os policiais que já fazem a segurança do município. “Quero parabenizar os nossos policias e profissionais de segurança porque os índices de redução de criminalidade no Cariri são os melhores do Ceará. Vamos continuar assim, agindo com respeito e atenção com os cidadãos”, avaliou o gestor.

O prefeito de Juazeiro do Norte, Arnon Bezerra, participou a assinatura e destacou o compromisso do Governo do Ceará em “oferecer o melhor em termos de segurança” para cada região do Estado. “O Ceará Pacífico é um instrumento que vai precisar da participação de toda a sociedade, porque também é responsabilidade nossa, de cada cidadão e cidadã”, acrescentou.

Em Fortaleza, dois Territórios do Pacto por um Ceará Pacífico já estão em atividade – no Grande Vicente Pinzon e no Grande Bom Jardim. Em Sobral, primeiro município do Interior a receber o programa, as ações foram iniciadas em dezembro último. A Capital conta, ainda, com seis Unisegs para reforçar a segurança pública (Vincente Pinzon, Meireles, Conjunto Ceará, Bom Jardim, Antônio Bezerra e Messejana).

Policiamento nos bairros

A Uniseg de Juazeiro do Norte vai focar ações nos bairros Romeirão, Santa Tereza, Pirajá, João Cabral, Triângulo, Frei Damião, Jardim Gonzaga, Lagoa Seca, Antônio Vieira e São José. Estes cinco últimos são integrados ao Território do Pacto por um Ceará Pacífico. As regiões foram definidas de acordo com índices de vulnerabilidade e violência.

Centralizada na 1ª Companhia da Polícia Militar do 2º Batalhão da PM, a estratégia da unidade é interligar policiamento ostensivo, com efetivo especializado, e ações sociais e comunitárias desenvolvidas por eixos da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social. Os novos 191 policiais militares exclusivos da Uniseg terão apoio de 19 viaturas, sendo dez carros e nove motos, além de uma Base Móvel da PM. O equipamento possui tecnologia para registro de Boletim de Ocorrência (B.O) e vai circular em áreas estratégicas dos dez bairros atendidos pela unidade de segurança.

Mais segurança

Para Rafael Barbosa, a expectativa é de que a segurança no município melhore gradativamente. “Reconhecemos o esforço do Governo do Ceará de investir em segurança pública, fazendo concurso público, chamando novos policiais militares, e trazendo equipamentos como o Raio. Agora, com a Uniseg, esperamos que aumente a sensação de segurança e que bons resultados continuem aparecendo”, projetou o professor de 34 anos.

Segundo Camilo Santana, o policiamento civil também ganhará reforço com implantação de nova Delegacia Regional em breve. Serão direcionados nove delegados, 32 inspetores, 18 escrivães e três viaturas para atuar em regime de 24 horas. Além disso, o Corpo de Bombeiros vai intensificar ações na região e a Perícia Forense vai capacitar agentes de segurança da Uniseg para atuar em casos de isolamento de locais de crime.

Videomonitoramento

Sétima cidade com população acima de 50 mil habitantes a receber o sistema de videomonitoramento, Juazeiro do Norte terá 17 câmeras espalhadas em pontos estratégicos. Outros 31 municípios também serão contemplados com o sistema. O equipamento permite o monitoramento de imagens com giro de 360° e leitura de placa de veículos – que permite identificação de carros roubados, enviando informações para a Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops).

Outra câmera será instalada em uma central de monitoramento, visitada pelo governador após cerimônia. “O mais importante é que as câmeras não foram compradas. Nós licitamos um serviço para que a empresa implante e faça manutenção das câmeras, e trocá-las, caso sejam quebradas”, disse o governador. O investimento anual do Governo do Ceará para manter a ferramenta em 38 municípios é da ordem de R$ 20 milhões.

 

Com informações Governo do Estado do Ceará

 

 

Após reportagem do GLOBO informando que o reajuste dos planos de saúde individuais ficará em 13%, citando estimativas do mercado, a Agência Nacional de Saúde de Saúde Suplementar (ANS) divulgou nota nesta sexta-feira afirmando que “ainda não há uma definição sobre o percentual de reajuste que poderá ser aplicado pelas operadoras nesse tipo de contrato para o período de maio de 2018 a abril de 2019.”

Segundo o órgão regulador, o índice máximo para o reajuste dos planos individuais deve ser divulgado até junho, “ após consulta prévia ao Ministério da Fazenda, conforme determina a legislação do setor”.

A agência diz que o percentual informado é meramente especulativo e se baseia em fontes do mercado e não encontra respaldo em informações oficiais.

No ano passado, o reajuste autorizado pela ANS para os planos individuais e familiares foi de 13,55%, contra uma inflação de 2,95% (medida pelo IPCA). Esses contratos representam cerca de 20% do mercado da saúde suplementar, com nove milhões de usuários.

Para os 31 milhões de beneficiários atrelados aos planos coletivos empresariais o reajuste é firmado a partir da livre. Em 2017, foram registrados aumento das mensalidades em até 40%.

Com informações O Globo

Após as quatro mortes confirmadas pelo vírus influenza H1N1 no Ceará, a Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) orientou que os municípios cearenses iniciem nesta sexta-feira, 20, a imunização dos grupos prioritários, antecipando o início da campanha de vacinação contra o vírus, prevista para começar na próxima segunda, 23.

Os 24 casos confirmados pela Sesa da doença no Ceará fizeram a população do Estado ficar assustada, principalmente com as notícias espalhadas nas redes sociais. A coordenadora de Imunizações da Sesa, Ana Vilma, disse, em entrevista à edição desta sexta, 20, do Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 25 emissoras no Interior), contudo, que não há motivo para pânico. “Queremos acalmar a população e dizer que, se a pessoa adoecer, existe uma medicação eficaz para o H1N1”, comenta.

O vírus influenza é uma infecção viral aguda do sistema respiratório, de elevada transmissibilidade e distribuição global. Uma pessoa pode contraí-la várias vezes ao longo da vida e, em geral, tem evolução autolimitada. Porém, em alguns casos, pode evoluir para uma forma grave. Os vírus influenza são transmitidos facilmente por pessoas infectadas ao tossir ou espirrar.

Existem três tipos de vírus influenza: A, B e C. O tipo C causa apenas infecções respiratórias brandas, não possui impacto na saúde pública, não estando relacionada com epidemias. O vírus influenza A, caso do da gripe H1N1, e B são responsáveis por epidemias sazonais, sendo o vírus influenza A responsável pelas grandes pandemias.

A vacinação é uma das medidas mais efetivas para a prevenção da influenza grave e de suas complicações. Neste ano, ocorre a 20ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, entre os 23 de abril e 1º de junho. No Ceará, no entanto, a data inicial da campanha foi antecipada para hoje, motivada também pela grande procura da população por vacinas em clínicas particulares.

Segundo a coordenadora de Imunizações da Sesa, para a primeira etapa, o Ministério da Saúde disponibilizou cerca de 600 mil doses para vacinar os grupos prioritários no Ceará, o que corresponde a 30% do total de vacinas que serão disponibilizadas para o Estado vacinar cerca de 2,28 milhões de cearenses, enquadrados dentro dos grupos prioritários. “Teremos vacinas para todas as pessoas dos grupos prioritários”, lembra Ana Vilma.

A distribuição para os municípios do Ceará, explica a coordenadora de Imunizações, ocorre na mesma proporção em que o Ministério da Saúde distribui a doses para os Estados. Assim, como o Estado receberá, até a próxima segunda-feira, 23, 30% da meta da vacinação, a Sesa vai repassar 30% da demanda que cada cidade do Estado necessita.

Quem deve se vacinar

• Crianças de 6 meses a menos de 5 anos;

• Idosos com 60 anos ou mais;

• Gestantes;

• Mulheres com até 45 dias pós-parto;

• Doentes crônicos;

• Trabalhadores da saúde;

• População Indígena;

• Adolescentes e jovens sob medidas socioeducativas;

• População carcerária e funcionários do sistema prisional;

• Professoras de escolas públicas e particular;

Como prevenir

• Higienizar as mãos com água e sabonete antes das refeições, antes de tocar os olhos, boca e nariz e após tossir, espirrar ou usar o banheiro;

• Evitar tocar os olhos, nariz ou boca após contato com superfícies contaminados;

• Proteger com lenços (preferencialmente descartáveis) boca e nariz, ao tossir ou espirrar, para evitar disseminação de aerossóis;

• Pessoas com sintomas, como febre acompanhada de tosse ou dor de garganta com início dos sintomas nos últimos 7 dias, devem evitar contato com outras pessoas suscetíveis, em aglomerações e ambientes fechados;

• Manter os ambientes ventilados;

• Indivíduos que sejam casos suspeitos ou confirmados devem ficar em repouso, utilizar alimentação balanceada e aumentar a ingestão de líquidos;

• Gestantes devem buscar o mais rápido possível o serviço de saúde, caso apresentem sintomas de síndrome gripal;

Ana Vilma ressaltou mais uma vez que a população não deve entrar em pânico e nem correr para as unidades de saúde logo no primeiro dia da vacinação. “Nenhum município tem capacidade de vacinar toda a sua população em um único dia”, finaliza. 

Confira no anexo, ao final desta publicação, a entrevista completa com a coordenadora de Imunizações da Sesa, Ana Vilma.

O reajuste anual dos planos de saúde coletivos para empresas com menos de 30 beneficiários deve ser calculado pelas operadoras com base no agrupamento desses contratos, aplicando o mesmo percentual para todos. O entendimento é da Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), com base em uma ação movida por um pequeno empresário. No processo, ele questionou o aumento anual de 164,91% aplicado a seu contrato empresarial, após a mudança de faixa etária de dois beneficiários.

O titular do contrato alegou no processo que seu plano de saúde coletivo empresarial tinha como beneficiários ele (o representante legal da empresa), sua mulher e três filhas. Quando o casal completou 60 anos, veio o aumento.

O relator do caso, ministro Villas Bôas Cueva, destacou que os planos coletivos com menos de 30 beneficiários têm características híbridas, pois ora são tratados como coletivos, ora como individuais ou familiares. No caso analisado, ele entendeu que o plano não poderia ser enquadrado como familiar para fins de aumento (com índice anual fixados pela ANS e proteção do Código de Defesa do Consumidor). Ele também ressaltou que já existe uma resolução da ANS contra a inclusão desse tipo de contrato como familiar.

Diante disso, o ministro declarou: “É obrigatório às operadoras de planos privados de assistência à saúde formar um agrupamento com todos os seus contratos coletivos com menos de 30 beneficiários para o cálculo do percentual único de reajuste que será aplicado a esse agrupamento (artigos 3º e 12 da RN 309/2012 da ANS).

No processo, o empresário ainda pediu a anulação da cláusula contratual que permite a rescisão unilateral do contrato, sem motivo. Ele alegou que a possibilidade fere direitos básicos do consumidor, pois favorece a operadora com grande desvantagem para o usuário. Mas a Terceira Turma negou o pedido, pois a rescisão unilateral é proibida somente para planos individuais ou familiares.

Com informações O Globo

 

 

Polícia Federal realiza operação contra uma organização criminosa investigada por fraudes em auxílios assistenciais de idosos no Ceará na manhã desta quinta-feira (19). Foram cumpridos cinco mandados de prisão - quatro preventivas e uma temporária, - e 14 mandados de busca e apreensão.

Conforme a PF, o esquema gerou um prejuízo em torno de R$ 4 milhões. O grupo era investigado desde 2009.

Dentre os suspeitos, estão empresários e profissionais liberais, que já eram investigados por outras fraudes.

Durante a operação, nomeada de "Espectro", a PF apreendeu dinheiro, cartões magnéticos e materiais utilizados na falsificação de documentos.

Um total de 70 policiais e agentes da Secretaria de Previdência do Ministério da Fazenda e Ministério Público Federal participam do cumprimento dos mandados.

As pessoas que foram presas foram encaminhadas à Superintendência da Polícia Federal, onde ficarão recolhidos à disposição da Justiça. Eles responderão, na medida de suas participações, aos crimes de estelionato, falsificação de documento público e falsidade ideológica.

 

Com informação do G1

Você sabia que muitas mazelas que hoje se tornaram pandemias no planeta, como alergias, intolerância a lactose, tendência a obesidade, déficit de atenção, entre outras, podem ser evitadas com simples práticas de nutrição saudável, a partir da gestação? É com o objetivo de transferir esse conhecimento para mães, estudantes e interessados, que será realizado nos dias 27 e 28 de abril, na Unifanor, em Fortaleza, o Workshop Saúde Materno Infantil - o Papel da Nutrição.

O curso será ministrado pela especialista em nutrição clinica e pós-graduanda em nutrição materno infantil na prática clinica e ortomolecular, Ticiane Aragão, que tem experiência no atendimento em consultório, de mulheres que desejam engravidar, gestantes, lactantes, crianças e adolescentes. Tem atuação também em atendimento às crianças com diagnostico de TEA, Aspenger, TOAH, síndrome de Down e Câncer Infantil. Segundo ela, o curso abordará os seguintes temas: orientações sobre alimentação na gestação e aleitamento materno; introdução alimentar; alimentação no pré-escolar e a importância da nutrição nos primeiros mil dias de vida da criança.

O Workshop está dividido em dois momentos. Na sexta-feira, dia 27, acontecerá à parte teórica, das 18h30 às 21h30 e no sábado serão duas turmas em aulas práticas, uma das 8 às 11 horas e outra das 13 às 16 horas. O curso prático é optativo, mas tem como pré-requisito ter participado do teórico.

Ticiane assevera que na parte teórica será feita uma abordagem desde o início da gestação, passando pelo período fértil da mulher e da gestação propriamente dita. “Esse é um momento crucial, onde se pode determinar o que a criança pode vir a ser no futuro. A depender do tipo de alimentação da mãe nesse período, se ela utiliza muita alimentação industrializada, pode estar selando o destino do seu filho no futuro, como uma pessoa com hipertensão, com dificuldade para emagrecer ou alérgicas. Isso ocorre porque ela está proporcionando, sem saber, a programação metabólica e seus efeitos na vida futura do seu filho”, pontua.

A especialista frisa que também serão abordados temas como o aleitamento materno, sua importância; a instrução alimentar, quais os grupos alimentares; a alimentação para o pré-escolar; suplementação desde o período pré-gestacional, na pré infância; importância da vitamina D, do Omega 3; dos probióticos; a alimentação na adolescência, entre outros. “Temos uma epidemia de déficit de atenção, que é resultado de uma gestação onde a alimentação não foi a devida”, ressalta.

Segundo Ticiane, nas oficinas no sábado, os alunos vão colocar a mão na massa e aprender receitas práticas, nutritivas, saborosas e saudáveis. “Através da combinação de ingredientes funcionais, e com o intuito é variar a alimentação da criança, vamos dar orientações sobre a escolha dos alimentos para a montagem de uma lancheira saudável”, destaca.

Ela observa que todas as preparações serão degustadas pelos participantes e será entregue uma apostila contendo um resumo da parte teórica e outra com todas as receitas confeccionadas na oficina. “Vamos desenvolver receitas para atender desde bebês até as crianças em idade escolar e crianças com seletividade. Serão receitas saudáveis como, por exemplo, gelatina feitas só com suco de fruta, nuggets com frango e linhaça, coxinha saudável, entre outros”, detalha.

Serviço:

WorkShop Saúde Materno Infantil

Dias: 27 e 28 de abril

Local: Unifanor - Campo Dunas

Endereço: Rua Antonio Gomes Guimarães, 150, Papicu

Mais informações

Contatos – Andreza (085) 98715 1101

       Neyce (085) 98699 -1303

Email: promoflordivina@gmail,com

Inscrições: https://goo.gl/2Kow34

A Polícia Rodoviária Federal realizou a apreensão de 500 munições calibre 380 e 500 munições calibre 38 estavam em poder de uma mulher, 27 anos, que era passageira de um ônibus que fazia o itinerário Teresina-Fortaleza. A operação ocorreu em Sobral, no km 221 da BR-222, por volta das 14h50 desta quarta-feira(18), 

Durante a entrevista, ela informou que recebeu a munição em Teresina/PI e que entregaria a membros de uma facção criminosa em Fortaleza/CE. Disse ainda que receberia R$ 1.500,00 pelo transporte da mercadoria. A ocorrência encaminhada à Polícia Judiciária para as providências cabíveis.



O ex-coordenador do sistema prisional no Ceará suspeito de participação em um esquema criminoso que fornece armas para presidiários foi solto nesta quarta-feira (18), dois dias após a operação que revelou a organização.

O coordenador havia sido preso em flagrante por porte ilegal de arma de fogo. Por conta da operação, o ex-coordenador foi afastado do cargo por determinação da Justiça. Ele pagou fiança de um salário mínimo após audiência de custódia na manhã desta quarta.

O afastamento é de 60 dias. Nesse período, o Ministério Público vai investigar indícios da atuação do grupo; caso confirmado, o MP deve pedir a prisão dos servidores do estado envolvidos no crime.

Servidores afastados

A operação Masmorras Abertas, realizada na segunda-feira, resultou no afastamento de sete servidores dos presídios cearenses suspeitos de atuar no esquema criminosa.

Os servidores afastados são agentes penitenciários e diretores de unidades prisionais. Dois deles foram presos em flagrante por porte ilegal de arma de fogo. As armas foram apreendidas na residência dos suspeitos, quando promotores e policiais cumpriam mandados de busca e apreensão.

Os responsáveis também recebiam dinheiro de presos para mudar os internos de celas, conforme a vontade dos presos.

Em nota, a Secretaria da Justiça do Ceará afirmou que é a "principal interessada" no caso e diz que cumpriu a determinação judicial de afastamento de sete agentes penitenciários suspeitos de atuação na organização criminosa.

Venda de celulares

A operação realizada nesta segunda-feira leva o nome de Masmorras Abertas, em referência ao "fácil acesso" de resos aos celulares, o que lhes permite comunicação com "parceiros do crime e agentes penitenciários".

Os celulares inclusive eram vendidos entre os presos. Um telefone do modelo iPhone valia até R$ 1.000. Os valores eram depositados na conta do vendedor por familiares do preso que comprava o aparelho, conforme o Ministério Público.

Com informações G1

Mais de 80 cartões bancários foram apreendidos pela Polícia Militar do Ceará (PMCE), após uma denúncia anônima repassada ao Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio). Uma arma de fogo também foi apreendida na ação policial, ocorrida na cidade de Crateús. O material estava com um suspeito que já responde criminalmente por homicídio. O caso foi registrado na noite de segunda-feira (16), mas só repassada pela polícia na tarde dessa terça-feira (17).

De acordo com a polícia, um homem de 39 anos, era apontado como a pessoa que chegaria ao terminal rodoviário da Cidade, vindo de Juazeiro do Norte, na posse de grande quantidade de cartões bancários clonados. Com os dados do suspeito, a composição do BPRaio diligenciou até a residência do suspeito, onde foi recebida pela esposa do homem apontado na denúncia.

Ao ser indagada, pela polícia, ela informou que o seu companheiro ainda estava na rodoviária, onde posteriormente foi encontrado pelos militares. O homem permitiu que a equipe realizasse uma busca no imóvel, no Bairro Fátima II, onde foram apreendidos mais de 80 cartões magnéticos com identificações diferentes.

Foi encontrado, ainda, um revólver calibre 38 e sete munições; além de notebook, um aparelho conhecido por “chupa cabra” e equipamentos aplicados na instalação do componente, que copia as credenciais dos usuários de caixas eletrônicos.

O rapaz foi encaminhado à sede da Delegacia Regional de Crateús, onde foi autuado em flagrante por receptação e posse ilegal de arma de fogo. Agora, a Polícia Civil trabalha para identificar se existem outras pessoas envolvidas no esquema criminoso.

 

Com informação do G1

Página 1 de 2