Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O aumento de preços dos produtos tem afetado a população no Ceará. Dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada mostram que a inflação para as famílias brasileiras mais pobres foi 10 vezes maior que a alta sentida pelas pessoas mais ricas de janeiro até setembro deste ano.

Nos nove primeiros meses , a inflação para as famílias com menor renda acumula uma alta de 2,5%. Ao mesmo tempo, a taxa para a classe de renda mais alta é de 0,2%.

O indicador divide as famílias brasileiras em seis faixas de renda e avalia como a inflação afeta, mês a mês, cada um desses grupos. De acordo com a classificação da pesquisa, as famílias de renda muito baixa são as que têm ganho domiciliar menor que R$ 1.650,50. Já as famílias classificadas como de renda alta são aquelas cujo ganho domiciliar é superior a R$ 16.509,66.