Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A 24ª Vara Cível do Fórum Clóvis Beviláqua agendou para o período de 20 a 23 de fevereiro, 2.130 perícias médicas de processos envolvendo ações do Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT). A iniciativa ocorre das 8h às 18h, em salas cedidas pelo Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) de Fortaleza.

A titular da Vara, juíza Adayde Monteiro Pimentel, afirma que o objetivo da força-tarefa é reduzir a grande demanda processual envolvendo este tipo de ação. A magistrada ainda explica como é solicitada a indenização por meio do Seguro DPVAT. “Primeiramente, as pessoas entram com o pedido de maneira administrativa. Quando não concordam com o valor repassado, entram com ação na Justiça. Para que possamos julgar o processo é necessária a realização da perícia para que possamos averiguar se houve quitação da indenização ou se a parte ainda tem alguma importância a receber”.

Com informação do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará