Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A dificuldade para encaixar o novo programa Renda Cidadã no orçamento levantou muitos questionamentos e discussões sobre considerarem a possibilidade de diminuição na estimativa de pessoas a serem atendidas. O programa foi criado para substituir o Bolsa Família. 

O Congresso discutia há menos de um mês uma proposta que chegaria a 6 milhões de famílias a mais do que aquelas atendidas pelo antigo programa. Hoje, são pouco mais de 14 milhões. 

O número, porém, de famílias beneficiadas passará a ser de 3 milhões a mais em relação a hoje, metade do número que havia sido sugerido.

As discussões têm como objetivo elevar o valor médio dos atuais R$ 190 do Bolsa Família para R$ 240. Considerando a expansão de 3 milhões de recebedores, seriam necessários R$ 49,5 bilhões ao ano, ou R$ 17,5 bilhões acima do orçamento atual do programa.