Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Bate Papo Político traz como destaque na edição desta sexta-feira, 23, no Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 22 emissoras no Interior), os desdobramentos da mudança no comando do Partido da República (PR) no Estado do Ceará, uma questão crucial e que mexe profundamente com as articulações políticas entre os partidos de oposição do Estado, que buscam um nome forte para concorrer ao governo do Ceará nas eleições deste ano.

O vice-prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa (PR), confirmou que, de fato, vai deixar o comando da legenda no Ceará, após negociações que contaram com a sua participação em Brasília. Roberto Pessoa ocupou o comando da legenda no Ceará por quase duas décadas. Há três anos, Pessoa chegou a deixar o partido rumo ao Partido Social Brasileiro (PSB), mas, com a chegada de Danilo Forte à legenda, o atual vice-prefeito de Maracanaú voltou atrás em sua decisão, retornando ao PR.

Em seu lugar, assume a deputada federal Gorete Pereira (PR), o que representa uma mudança importante, tendo em vista que o partido, com Gorete no comando, passa a ser da base aliada ao governador Camilo Santana e não mais da oposição. A deputada aproximou-se de Camilo e do ex-governador Cid Gomes e, ao ser convidada para uma reunião com os dois, assumiu o compromisso de votar contra o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. Em Brasília, contudo, Gorete Pereira não apareceu no dia da votação. A parlamentar disse que jamais trabalharia nos bastidores para trair Roberto Pessoa, tirando-o da liderança do PR no Ceará.

A mudança no PR obriga que os dois deputados estaduais que o partido tem hoje na Assembleia Legislativa do Estado, Capitão Wagner – cotado como candidato da oposição ao governo do Ceará – e Fernanda Pessoa, filha de Roberto Pessoa, tenham que buscar outra legenda. Wagner, inclusive, já confirmou que não fica no PR, caso o partido passe a ser da base governista do Estado.

Antes da confirmação de Gorete Pereira como nova líder do comando do PR no Ceará, os jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida conversaram com o ex-senador, Luiz Pontes, que afirmou que a oposição terá candidato a governador no Estado. Pontes, que também presidiu a Executiva Regional do PSDB por quase 4 anos, em entrevista à edição desta sexta-feira do Jornal Alerta Geral, ainda falou sobre as articulações e reuniões que as lideranças dos partidos de oposição tem feito, segundo ele, de forma sistemática, para encontrar nomes fortes para concorrer ao pleito de 2018.

O ex-senador confirmou que Capitão Wagner já ensaia uma candidatura ao cargo de governador e que a janela partidária, que abre em 7 março e segue até 7 de abril, servirá para definir de forma mais clara e concreta como as oposições serão montadas à nível nacional e estadual.

Para saber mais informações sobre as articulações da oposição, e  ouvir a entrevista completa com o ex-senador Luiz Pontes, é só clicar no link abaixo:
“Oposição terá candidato a governador”, diz Luiz Pontes em entrevista ao Alerta Geral

Outra importante notícia, que entrou na pauta de debates do Bato Papo Político de hoje foi a situação em que se encontra a cidade de Icó, na região do Vale do Salgado. O Município, devido a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), se viu obrigado a mudar a jornada de trabalho de 362 professores que fizeram concurso para 20 horas semanais, mas tiveram, em 2014, ampliada, por meio de projeto de lei, a carga horária para 40 horas. Dada a importância do assunto, a prefeita de Icó, Laís Nunes, falou ao Jornal Alerta Geral desta sexta sobre como sua gestão tem enfrentado a situação financeira delicada do Município.

A prefeita explicou aos ouvintes, e aos jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida, que, com a inadimplência, a cidade deixou de receber, em 2017, cerca de R$ 26 milhões, em repasses do Governos Federal e Estadual. Diante da situação e da exigência de cumprimento da LRF, de acordo com Laís, a prefeitura reduziu o número de cargos de confiança e gratificações, além de revogar a lei criada pela gestão anterior que dobrou a jornada de trabalho de 362 professores, o que gerou insatisfação dos docentes.

Laís Nunes ainda alertou para a necessidade de se reduzir os gastos do Município, principalmente, devido a dificuldade em que se encontra a Folha de Educação da cidade. Laís Nunes explica que o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais de Educação (Fundeb), em sua totalidade, já não paga mais todas as despesas de Icó com a Folha.

Para saber mais detalhes sobre o assunto e ter acesso a entrevista completa da prefeita de Icó, Laís Nunes, é só clicar no player abaixo:
Magistério em Icó: Lei de Responsabilidade Fiscal obriga Município a mudar jornada

Por fim, duas outras informações, agora no âmbito nacional, mas que estão no cotidiano dos cearenses. As lideranças regionais do PT, PMDB e PDT acompanham com atenção a movimentação do presidenciável Ciro Gomes (PDT) e as articulações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para tentar definir os rumos das eleições de 2018. Lula é considerado inelegível, após ser condenado em 2ª instância pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre, a 12 anos e um mês de prisão pelos crimes de lavagem de dinheiro e corrupção passiva.

Sem Lula na corrida pelo Planalto, Ciro é considerado herdeiro de parte do eleitorado do ex-presidente. Dentro do PT, alguns setores simpatizam com a ideia de Ciro concorrer à Presidência, tendo o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), como seu vice. Ciro e Haddad, inclusive, encontraram-se na terça-feira, 20, em uma reunião para deliberar sobre os rumos das eleições deste ano. Haddad, no encontro, no entanto, afirmou que o PT terá um candidato à Presidência, com ou sem Lula.

A última notícia é que o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, está em Fortaleza, nesta sexta-feira, à convite de um grupo de empresários para falar sobre economia, políticas e projetos para o País. Meirelles, que também é pré-candidato à Presidência, é um dos convidados do encontro “Brasil – Conquistas da economia e desafios para 2018”, que acontece no Hotel Gran Marquise por volta das 18 horas. O ministro da Fazenda chegou a afirmar nesta semana que concorrerá ao Planalto este ano, mesmo que o presidente Michel Temer ensaie uma reeleição.

Gostou dos assuntos do Bate Papo Político de hoje? Então clica no player abaixo e ouça as análises dos jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida na íntegra!

 BATE PAPO 23.02.2018