Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O governador Camilo Santana, que esteve presente, nesta sexta-feira, 3, nos estúdios do Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 25 emissoras no Interior), rebateu a declaração do senador Tasso Jereissati (PSDB) que chamou o governo estadual de “frouxo” durante a convenção estadual do PSDB, no último domingo, 29. “A cada ataque e opinião do lado de lá (da oposição), eu vou responder com trabalho”, disse o governador na manhã desta sexta.

Camilo disse ainda que as críticas da oposição são reflexo de um desrespeito e do que chamou de “jogo político baixo”. “Parece que algumas pessoas estão vivendo fora da realidade do Brasil e do Ceará”, pontuou o governador, referindo-se aos ataques que sofreu no último domingo.

Sobre o aumento da criminalidade e a crise na área da Segurança Pública, Camilo lembrou que o problema atinge o País todo, afirmou que nunca se prendeu tanto no Ceará e destacou que o Governo Estadual tem investido em tecnologia para trazer maior segurança a população cearense.

Perguntado sobre a onda de ataques criminosos a ônibus e prédios públicos na Grande Fortaleza, Camilo disse que a reação violenta é fruto de um trabalho firme que as polícias militar e civil têm feito no Estado – citando que as ações criminosas foram consequência de confronto entre a política e três bandidos no Interior do Estado, que terminou com os três criminosos mortos. “Todos os indicadores de Segurança Pública no Ceará têm melhorado”, disse.

Leia mais:
+ Em entrevista, Camilo avalia Governo e diz: “meu maior desafio foi o problema da seca”
+ “Não faço política com ódio e com rancor”, diz Camilo sobre aliança com 24 partidos

Camilo destacou ainda que, durante seu Governo, aumentou o efetivo da Polícias Cívil e Militar, já que contratou cerca de 8 mil policiais, o equivalente a todo efetivo do estado do Piauí. O governador frisou ainda a instalação das câmeras de videomonitoramento e do BPRaio nas cidades do Interior do Ceará.

O governador petista não poupou críticas ao Governo Federal, que estava sendo omisso, segundo ele, em proteger a população brasileira dos criminosos e em combater o narcotráfico. Camilo também destacou que o Governo Federal tem que “assumir a responsabilidade” para que o Centro Integrado de Segurança Pública da Região Nordeste, prometido em Março e que será sediado no Ceará, comete a funcionar o mais rápido possível.

“Estou preparando para o debate. Não vamos arrendar um milímetro para combater a criminalidade”, finalizou Camilo, lembrando que o combate à violência, em seu Governo, se dá por três instâncias: ação ostensiva da Polícia, sistema prisional eficiente e políticas públicas.

Confira a entrevista completa com o governador Camilo Santana!

CAMILO SANTANA – GOVERNADOR DO CEARÁ