Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O entreposto da Ceasa no Cariri registra grandes ofertas em uma boa variedade de produtos. Exemplo disso é o abacate, que está sendo vendido a R$ 3,00 o quilo, o abacaxi, oscilando entre R$ 2,50 e R$ 3,00 a unidade, a banana prata a R$ 2,00 o quilo, o maracujá a R$ 2,70 o quilo e o melão amarelo a R$ 3,00 o quilo.

“Preço muito bom também para a melancia, vendida a R$ 1,00 o quilo, a tangerina, variando entre R$2,20 a R$ 3,00 o quilo e a uva verde, encontrado na Ceasa Cariri a R$ 4,00 o quilo”, destaca Odálio Girão, analista de mercado da Ceasa-CE.

No setor das hortaliças, destaque para o preço da abóbora de leite e caboclo, com seus preços oscilando entre R$ 1,20 e R$ 1,30 o quilo. Com boas colheitas no Vale do São Francisco, a cebola está sendo vendida a R$ 1,50 o quilo. Cenoura extra grande está a R$ 2,70 o quilo, feijão verde a R$ 1,20 o quilo e milho verde a R$ 0,60 a espiga. Pimentão vermelho e amarelo a R$ 17,00 o quilo, repolho verde a R$ 2,50 o quilo, tomate cajá de R$ 2,00 e o tomate longa vida a R$ 4,00 o quilo.

“A batata doce e a beterraba estão a R$ 2,00 o quilo. Já a batata inglesa, em plena safra e com boas colheitas em Minas Gerais e Bahia, tem um ótimo preço no mercado do Cariri, saindo a R$ 2,20 o quilo,” explica Girão.

Ainda segundo Odálio Girão, o preço do chuchu teve uma grande elevação esta semana na Ceasa Cariri e está sendo comercializado a R$ 2,40 o quilo.

“A produção do chuchu não é da região, vem da Ibiapaba, que envia em pequena escala para o Cariri, complementado por uma pequena quantidade vinda da Bahia, cuja região tem o preço do frete elevado, fazendo com que o valor do chuchu dispare na central de abastecimento caririense,” esclarece ele.

(*)com informação do Governo do Estado do Ceará