Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

No programa desta quinta-feira, a advogada Ana Zélia Cavalcante falou sobre a importância da constituição de provas para casos onde há pedidos de pensões alimentícia. Inicialmente ela pontua que são muito comuns os casos de pretendes à pensões alimentícias que não conseguem provar a real condição financeira dos que devem pagar o valor referente à alimentação. Como comprovar a real capacidade financeira daquele que deve alimentos?“, foi a pergunta que guiou o comentário da advogada.

“Uma dica é que você pode observar a conduta daquela pessoa em redes sociais, é a chamada presunção de riqueza, pessoas que dizem não possuir determinada condição financeira e que as vezes fazem até confusão patrimonial de dinheiro relacionado a comércio e a vida pessoal, podem ter inclusive aquela personalidade jurídica daquele comércio destituída através da desconsideração da personalidade jurídica, desde que seja provada que há uma confusão patrimonial, ou seja o devedor de alimentos usando do artifício de ter um comércio de fazer com que o dinheiro dele não pertença a ele pessoa física e sim pessoa jurídica”

Além disso, Ana Zélia destacou a importância de observar como a pessoa devedora de pensão alimentícia se comporta nas redes sociais, a fim de verificar se o indivíduo tem uma conduta diferente da condição financeira que alega ter, gozando de uma vida cheia de regalias e coisas não compatíveis com as afirmações sobre dificuldades financeiras. “É muito importante que você fique ligado nos sinais exteriores de riqueza para fins de pleitear pensão alimentícia”, afirma ela.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp