Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O número de mortes por afogamento no Ceará cresceu 13,4% no primeiro semestre deste ano em comparação com igual período de 2019, de acordo com dados da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social. Junho foi o mês no qual houve o aumento mais expressivo, mais que dobrando os casos. 

Enquanto o primeiro semestre de 2019 contabilizou 142 vítimas fatais de afogamento, em 2020 o número de mortes foi de 161. Em junho, houve o registro de 35 ocorrências, mais do que o dobro das 16 constatadas no mesmo período do ano passado. 

Ao todo, no primeiro semestre, houve 25.995 iniciativas de prevenção, que consistem em orientações para os banhistas, nos pontos de atuação da corporação no Ceará. Foram contabilizados ainda 77 resgastes de vítimas de afogamento.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp