Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A venda de 51 planos de saúde foi suspensa pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) a partir da próxima sexta-feira (6). A justificativa do órgão do Governo Federal para a suspensão foi o excesso de reclamações recebidas no segundo trimestre deste ano, por meio do Programa de Monitoramento da Garantia de Atendimento.

As reclamações podem ser feitas nos canais de atendimento da agência, no portal do próprio órgão. É importante ressaltar que a proibição é para que esses planos recebam novos clientes, ou seja, eles continuam autorizados a atender os clientes que já são associados deles. Para voltar a ser comercializado, o plano deve provar à ANS que os problemas apontados nas reclamações foram solucionados.

No site da agência, o diretor de Normas e Habilitação dos Produtos, Rogério Scarabel, explica que “as reclamações que são consideradas nesse monitoramento se referem ao descumprimento dos prazos máximos para realização de consultas, exames e cirurgias ou negativa de cobertura. É uma medida importante para proteger quem já está no plano, além de obrigar a operadora a qualificar a assistência prestada”.

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp