Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Uma boa notícia que pode amenizar os problemas financeiros enfrentados por microempreendedores cearenses afetados pela pandemia: a Câmara dos Deputados retoma as atividades virtuais nesta terça-feira, para analisar a Medida Provisória 992/20, que cria o Programa de Capital de Giro para Preservação de Empresas (CGPE). 

A medida propicia às microempresas e empresas de pequeno e médio portes melhores condições para a obtenção de crédito nas instituições financeiras em razão da pandemia de covid-19. Em regulamentação aprovada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), o crédito concedido pelas instituições credoras do CGPE será destinado exclusivamente ao capital de giro das empresas, tendo prazo mínimo de 36 meses, bem como carência mínima de seis meses para o início da amortização da dívida. 

Pelo menos 80% do programa serão direcionados a empresas menores, com receita bruta anual de até R$ 100 milhões.

*Com informações da Agência Brasil