Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
A aluna Michaellen Passos Barbosa, do 2º ano B, do Colégio Militar do Corpo de Bombeiros Escritora Rachel de Queiroz (CMCB), foi convocada para participar do treinamento na Seleção Brasileira Cadete, ocorrido no Centro de Desenvolvimento do Handebol Brasileiro. As práticas foram realizadas, na cidade de São Bernardo do Campo (SP), no período de 7 a 16 de novembro de 2018.
No CMCB, todos os alunos participam da disciplina de educação física regular, além dessa atividade, cerca de 250 alunos, masculino e feminino, são efetivos em nove escolinhas de esporte (basquete, futsal, handebol, jiu-jitsu, judô, natação, tênis de mesa, vôlei e xadrez), possibilitando a criação de 18 seleções que representam o CMCB em copas e campeonatos escolares.
Michaellen Passos Barbosa compartilha os dias de treinamento e realização por ter sido convocada. “Foi uma experiência incrível poder conviver com meninas de alto nível de jogo e ser treinada por professores que são da comissão técnica da seleção brasileira, aprendi bastante em 10 dias, tanto dentro de quadra como fora, eram treinos intensos, técnicas complexas, mas a persistência de aprender foi muito grande, foi a melhor experiência que já tive dentro do mundo do handebol e sou muito grata por minha escola ter me ajudado a chegar ao nível nacional”.
A seleção cadete de handebol trabalha com alunos na faixa etária entre 15 e 16 anos, quer masculino como feminino. A nossa aluna foi selecionada em seletivas realizadas em Fortaleza, em junho desse ano, onde somente Michaellen foi aprovada para representar o Estado do Ceará nas seletivas nacionais.
O Colégio dos Bombeiros contribuiu com a custa aérea da Aluna Michaellen Passos Barbosa do 2º ano B, bem como, do ST BM Romão do Departamento de Educação Física do CMCB.
A Rede Nacional de Treinamento é um legado dos Jogos Olímpicos do Rio 2016, que interliga diversas instalações existentes no país. A Rede conta com diferentes padrões e estruturas e atende dezenas de modalidades, desde a detecção e formação de talentos até o treinamento de atletas e equipes olímpicas e para olímpicas.
A ação também propicia aprimoramento e intercambio para técnicos, árbitros, gestores e outros profissionais do esporte, cujo objetivo maior é criar um caminho para o atleta desde a sua entrada na modalidade até chegar ao topo do alto desempenho.
COM SSPDS
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp