Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O fumarato de tenofovir desoproxila, droga usada no tratamento de pessoas com Aids, está sendo analisada por um estudo da Universidade de São Paulo como possibilidade no combate à Covid-19. Segundo o jornal O Globo, dentro de duas semanas, a substância deve começar a ser testada em pacientes com coronavírus no Hospital São José de Doenças Infecciosas, em Fortaleza.

A instituição do governo estadual do Ceará participa de estudos contra a Covid-19 e se interessou pelo tenofovir. Os voluntários alvos do estudo devem ser aqueles diagnosticados com a Covid-19 de baixa e média gravidade. O antirretroviral foi testado com sucesso contra o Sars-CoV-2, em laboratório, pelos cientistas brasileiros.

O tenofovir não faz parte da lista de drogas selecionadas pela Organização Mundial de Saúde para testes em larga escala no mundo. Mas um grupo de cientistas de São Paulo descobriu que sua composição o torna um candidato em potencial para combater o vírus.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp