Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Diabéticos do tipo 2, ganham um novo aliado no controle da doença. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o registro de um novo medicamento para controle do problema. O medicamento deve ser utilizado em adultos quando outras opções de tratamento não estejam sendo eficientes no controle glicêmico.

O Soliqua será fornecido com uma caneta aplicadora, composto por dois tipos de insulina na formulação: a glargina e a lixisenatida.

A partir de agora, o produto segue para uma definição de preço que deverá ser aprovada por órgão vinculado ao Ministério da Saúde, o que deve levar, em média, três meses.  Segundo a Anvisa, depois disso, o remédio será comercializado pelo país.

A diabetes mellitus do tipo 2 é a mais comum e representa 90% dos casos. Tem uma relação significativa com a genética, o envelhecimento, o excesso de peso e o sedentarismo. Mais de 250 milhões de pessoas são atingidas pela doença no mundo, 5% delas (cerca de 13 milhões) estão no Brasil.

Apesar da novidade e expectativa sobre o novo medicamento, o preço é considerado salgado, custando em média, R$ 400,00.