Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Com o propósito de facilitar a identificação do comércio de emagrecedores irregulares, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) disponibilizou em seu portal uma lista dos produtos proibidos. A divulgação tem por objetivo ampliar o acesso à informação, tanto para estabelecimentos que comercializam esse tipo de produto, como para médicos e pacientes.  

Os produtos que constam da lista não tiveram sua segurança, eficácia e qualidade avaliados pela Agência e/ou estão sendo comercializados de forma irregular. A lista, que será atualizada mensalmente, contempla todos os produtos que foram sujeitos à determinação de recolhimento, além da proibição de fabricação, distribuição, comércio, propaganda e uso, no período entre 1º/1/2020 e 10/3/2022. 

Para denunciar o comércio de produtos irregulares, o denunciante pode acessar os links Vigilâncias Sanitárias e da Ouvidoria da Anvisa. Todas as informações disponíveis devem ser fornecidas, incluindo o nome do produto e do fabricante, o local de aquisição, a nota fiscal e, se possível, uma amostra do produto, para que as irregularidades sejam apuradas. 

A Anvisa lembra ainda que já existe uma ferramenta de consultas, onde é possível buscar pelo nome ou empresa todos os produtos irregulares identificados pela Agência.  

Clique aqui e acesse a lista dos produtos.

(*) Com informações Anvisa

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp