Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Corpo de Bombeiros confirmou a segunda morte causada pelo desabamento do Edifício Andrea, no bairro Dionísio Torres. O corpo de uma mulher foi encontrado durante a madrugada e ainda está nos escombros.

A manhã desta quarta-feira inicia com as buscas às vítimas do desabamento do Edifício Andrea. Desde a manhã de ontem (15) fortalezenses se comoveram com o desabamento, por volta das 10h30, do edifício residencial, localizado no cruzamento entre as ruas Tibúrcio Cavalcante e Tomás Acioli. Até o momento, o desabamento deixou duas pessoas mortas, 9 feridos e 9 desaparecidos.

+ Prédio desaba, famílias enfrentam angustia com desaparecidos e ruas são interditadas

A primeira morte foi de Frederick Santana dos Santos, de 30 anos foi confirmada Corpo de Bombeiros por volta da meia noite dessa terça (15). Segundo o Coronel Luís Eduardo Soares de Holanda, Frederick foi atingido pelos escombros quando estava trabalhando em um mercadinho que fica ao lado do prédio que desabou.

Sobre as causas para o desabamento do edifício Andrea, o presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Ceará, Emanuel Maia Mota, destacou a importância das fiscalizações em imóveis e afirmou que é necessária a adoção de medidas para serem evitados os constantes acidentes que atingem a população.

Confira mais informações com o correspondente do Jornal Alerta Geral, Sátiro Salles:

 

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp