Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O manifestante que levou um tiro no rosto durante o ato contra o governo federal na Esplanada dos Ministérios, na quarta-feira, está internado em estado grave e respira com a ajuda de aparelhos. A informação foi confirmada pela Secretaria de Saúde do Distrito Federal nessa quinta-feira. Além dele, outras 48 pessoas ficaram feridas.

De acordo com o governo, o homem sofreu uma perfuração no maxilar e está internado na UTI do Centro de Traumas do Hospital de Base. Até as 15h40 dessa quinta, a Polícia Civil ainda investigava de onde tinha saído esse disparo.

Dos 49 feridos, cinco pacientes seguiam internados no Hospital de Base. O número inclui o manifestante que teve a mão dilacerada após tentar atirar um rojão na direção dos policiais. Segundo testemunhas, o objeto explodiu antes de ser lançado.

A Secretaria de Saúde informou que foram amputados três dedos da mão do jovem durante o procedimento cirúrgico. Ele permanece internado, com quadro estável e respirando por conta própria. Até o momento da divulgação, não havia previsão de alta médica para esses dois pacientes.