Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Mais uma ação do Programa Juntos Por Fortaleza, pactuação entre Governo do Ceará e Prefeitura de Fortaleza, foi encaminhada para beneficiar famílias de áreas de vulnerabilidade social da Capital. Nesta quarta-feira (14) foi assinada a ordem de serviço para a construção do Residencial Alto da Paz II, no bairro Vicente Pinzon. O condomínio vai contar com 317 unidades habitacionais, cujo prazo para execução é de 12 meses. Inserida no Minha Casa Minha Vida, a obra tem investimento de R$ 25 milhões, financiados pela Caixa Econômica Federal.

O residencial contará com 80 apartamentos de três quartos e 237 com dois quartos. O conjunto habitacional faz parte do Programa Juntos por Fortaleza, que envolve uma série de ações e obras realizadas conjuntamente entre Estado e Município.

Após conversar com famílias que serão contempladas com a construção e assinar a ordem de serviço, Camilo Santana enfatizou a relevância do trabalho conjunto entre o Governo e a Prefeitura para garantir melhores condições de vida aos fortalezenses mais necessitados, e que reivindicam um lugar para morar.

“O Estado e o Município estão juntos trabalhando por Fortaleza. O mais importante desse empreendimento é que ele atende as famílias basicamente do local onde elas moravam ou viviam, diferentemente de deslocar para outra área da cidade. Aqui vai servir para pessoas do Vicente Pinzon e famílias que estão sendo afetadas com a obra do VLT, que o Estado hoje paga até 40 mil por indenização por moradia e tem direito a um apartamento gratuitamente no Alto da Paz. O objetivo é atender e dar qualidade de vida às pessoas mais pobres”, afirmou.

Além de governador e prefeito, a comitiva que esteve no Vicente Pinzon contou com a presença do superintendente da Caixa Econômica Federal em Fortaleza, George Killian Pereira Gress, de vereadores da Capital, representantes de secretarias estaduais e municipais, lideranças comunitárias e famílias da região.

Visita às obras

O governador e o prefeito também visitaram a primeira etapa do Residencial Alto da Paz. As obras se encontram em andamento em um terreno ao lado e estão com cerca de 30% executadas. O Alto da Paz I é constituído de 61 blocos de 16 apartamentos e nove blocos de 15 apartamentos, totalizando 70 blocos de quatro pavimentos cada, com 1.111 apartamentos, com investimento de R$ 91 milhões. A entrega é prevista para o primeiro semestre de 2019.

As famílias atendidas pelo empreendimento em construção são oriundas das áreas de risco localizadas na região de intervenção do Projeto de Reassentamento e Requalificação da Área do Serviluz/Titanzinho.

Moradia e dignidade

Para a líder comunitária Solange Alves, as recentes entregas de Minha Casa Minha Vida em Fortaleza e outros municípios do Estado representam uma grande evolução no pensamento dos gestores públicos, que agora unem esforços para conseguir investimentos para as zonas mais pobres da Capital.

“É muito satisfatório para as pessoas carentes. Agora vemos muitas moradias sendo entregues e assim muita gente satisfeita por realizar o sonho de ter a casa própria, gente que precisa mesmo. As comunidades cobram, reivindicam moradia há muito tempo, e é motivo de alegria, uma conquista, ver que os governantes estão entregando apartamentos para que se possa ter um lugar digno para se morar”, disse.

Juntos por Fortaleza
Lançado em novembro de 2017, o programa é um conjunto de ações integradas entre Governo do Ceará e Prefeitura de Fortaleza para a criação de oportunidades e a melhoria da qualidade de vida da população. A ideia do Juntos por Fortaleza é acelerar os planos em andamento e desenvolver novas obras, reformas e planejamentos na Capital, com investimento na casa dos R$ 2 bilhões em diversas áreas: mobilidade, urbanismo, meio ambiente, segurança, saúde, educação e cultura.

No lançamento do plano de ações, foi apresentado um conjunto de benefícios para os cidadãos fortalezenses envolvendo a urbanização de lagoas, comunidades e áreas preservadas, a reforma de áreas de lazer e esporte, obras de mobilidade, drenagem e abastecimento de água, dentre outras políticas, todas com recursos dos tesouros Estadual e Municipal.

Já este ano, o Juntos por Fortaleza resultou no anúncio de investimentos para as estruturas de saúde da Capital (construção e implantação de policlínicas, postos de saúde e ampliação de hospitais estão entre as principais ações), orçado em R$ 528,5 milhões. Também foi feita a assinatura da ordem de serviço para a construção da nova sede do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque), da Polícia Militar do Ceará (PMCE) na Praia do Futuro, que será executada pelo Grupo M Dias Branco em parceria com Estado e Município.

Com Governo do Estado

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp