Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce), da rede pública do Governo do Ceará, recebe diariamente voluntários que se candidatam para a doação de plaquetas por aférese, procedimento feito através de uma máquina onde é retirada apenas uma das células desejadas no sangue. Só em 2018, foram coletadas 2.545 bolsas de plaquetas para os pacientes, uma média superior a 212 bolsas mensais. Até setembro deste ano, foram 2.041 bolsas de plaquetas, sendo a maioria delas usadas por crianças que lutam contra o câncer.

As doações regulares no Hemoce atendem a demanda de pacientes em 450 unidades de saúde no Ceará. Todas foram doadas por voluntários que vão às unidades do Hemoce. As plaquetas são fundamentais para o tratamento de pacientes oncológicos. O Hospital Infantil Albert Sabin (Hias), também do Governo do Ceará, é uma das unidades que mais recebe as doações realizadas no Hemoce.

Nos hospitais com maior fluxo de necessidade, o hemocentro conta com as agências transfusionais para armazenarem as bolsas de sangue e plaquetas para transfusões imediatas.

Doação

As doações de plaquetas podem ser realizadas na sede do Hemoce, em Fortaleza, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, e aos sábados, das 8h às 13h30. Os candidatos à doação de sangue com idade entre 16 e 17 anos devem possuir consentimento formal, por escrito, do seu responsável legal para cada doação que realizar. O banco de sangue disponibiliza em seu site o termo de consentimento para menores de 18 anos que deve ser apresentado para autorização da doação dos jovens nesta faixa etária.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp