Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Com a pandemia do novo coronavírus e o isolamento social, diversos serviços públicos e os usuários sofreram os impactos do fechamento temporário, entre eles os Centros de Atenção Psicossocial de Fortaleza.

Durante os meses de março a maio, o serviço apresentou queda de 29% nos atendimentos, quando comparado a igual período do ano passado.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a média de atendimentos mensais em um período regular é de 14,5 mil nos seis CAPS Gerais; 8,5 mil nos sete CAPS Ad e 3,5 mil nos dois Infantis.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp