Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O primeiro secretário da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, deputado Audic Mota (PMDB), destacou, em entrevista, nesta quarta-feira (1), no Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 22 emissoras no Interior), que a aprovação da reforma do Poder Judiciário preservou o funcionamento das comarcas no Interior, não havendo, em seu entender, ameaça de redução do ritmo das atividades da Justiça.

Segundo Audic Mota, a ampliação do número de varas da Justiça nas comarcas de Acaraú, São Gonçalo, Beberibe, Viçosa do Ceará, Horizonte, Itaitinga, Russas, Icó, Canindé, Caucaia, Trairi e Iguatu representa uma conquista para a população que mais precisa da Justiça. O aumento do número de varas fará o Judiciário dá mais celeridade no julgamento de processos. Outra mudança, com a aprovação do projeto de reestruturação do Poder Judiciário, é elevação para entrância final da Comarca do Crato – a mais antiga do Ceará.

Durante o Bate Papo Político, nesta quarta-feira (1), no Jornal Alerta Geral, os jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida destacaram o empenho do desembargador Teodoro Santos, filho de Juazeiro do Norte e cidadão cratense, em lutar há mais de quatro anos para a elevação da Comarca do Crato. Teodoro chegou a conversar com o governador Camilo Santana e recebeu a sinalização de que esse sonho seria transformado em realidade. Camilo conversou com o líder do Governo na Assembleia Legislativa, Evandro Leitão (PDT), que articulou a emenda propondo a elevação da Comarca do Carto. Leitão, por deferência, entregou a emenda ao deputado Ely Aguiar (PSDC), filho do Crato, para sugerir a mudança no projeto de lei originário do Poder Judiciário. A articulação aberta pelo desembargador Teodoro Santos deu resultado e a Comarca do Crato fica elevada a entrância final. A mudança permite, por exemplo, aos juízes do Crato concorrem ao cargo de desembargador.

Isso e muito mais no player abaixo. Confira!

ENTREVISTA AUDIC MOTA