Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Em meio aos efeitos econômicos causados pela pandemia do novo coronavírus, muitos cearenses solicitaram o auxílio emergencial disponibilizado pelo governo para enfrentar a crise. No estado, 54% dos domicílios foram beneficiados, em maio, com o Auxílio Emergencial. Os dados fazem parte da PNAD COVID19 MENSAL do IBGE.

De acordo com a pesquisa, dos 68 milhões de domicílios existentes no Brasil, 38,7% (26,3 milhões de domicílios) foram beneficiados pelo auxílio no mês de maio. Em termos populacionais, 45% dos 210 milhões de habitantes, quase 94 milhões de pessoas, residem em domicílios onde pelo menos um morador recebeu o benefício.

O levantamento visa apresentar os efeitos da pandemia no mercado de trabalho e na renda da população, de modo a produzir informações necessárias à elaboração de programas de apoio específicos ou de políticas públicas em geral. Esses primeiros resultados incluem estimativas detalhadas sobre cobertura e focalização do programa. O Auxílio Emergencial é destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregados.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp