Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
A bancada do PMDB deverá se reunir na próxima terça-feira (30) para discutir a liderança do partido. O líder do partido, senador Renan Calheiros (AL), insiste que a legenda sempre conviveu com as opiniões divergentes, mas poderá ser destituído do cargo port tornar públicas suas divergências com o Governo.
Enquanto isso, a senadora Rose de Freitas (PMDB–ES) nega que defenda a saída de Renan da liderança. O senador Garibaldi Alves (PMDB–RN) argumenta que as resistências de Renan Calheiros às reformas do governo não representam o pensamento da maioria da bancada.

Renan, por sua vez, argumenta que o PMDB é conhecido por abrigar na legenda parlamentares que pensam de maneira diferente.