Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Banco do Nordeste lançou Edital de Apoio à Inovação para combate ao novo coronavírus. Por meio do Fundo de Desenvolvimento Econômico, Científico, Tecnológico e de Inovação, a instituição almeja estimular soluções que contribuam para pesquisa e inovação no combate à doença, além de atuar nos efeitos sobre o sistema de saúde, do bem-estar social e produtivo.

As inscrições podem ser feitas até o dia 29 de abril. O edital reúne o valor de R$ 5 milhões, destinados a micro, pequena e pequena-média empresas, a título de subvenção econômica e em caráter não reembolsável. O anúncio com os projetos selecionados ocorrerá no dia 5 de junho.

O edital sugere que os projetos se voltem a soluções que envolvam o diagnóstico rápido da doença a custo competitivo, produtos para o tratamento da Covid-19 (como respiradores artificiais), e ainda iniciativas que auxiliem na otimização de protocolos de atendimento a pacientes, como softwares, hardwares, aplicativos.

Estão habilitadas a participar empresas sediadas na área de atuação do Banco do Nordeste – os nove estados da Região e o norte de Minas Gerais e do Espírito Santo –, podendo ser apresentados projetos cooperativos, ou seja, os que contemplem parcerias entre a empresa proponente e instituições de ensino superior, de assistência técnica e extensão rural, governamentais ou não, e de ciência e tecnologia, assim como institutos de educação, ciência e tecnologia (IFEs).

Cada projeto poderá receber de R$ 60 mil a R$ 500 mil em apoio financeiro do Banco do Nordeste. A contrapartida da empresa deverá ser de, no mínimo, 10% do valor total do projeto, podendo ser do tipo financeira (aporte de recursos monetários) e/ou não financeira (custos previstos e relacionados ao projeto).

Itens financiáveis

Dentre os itens financiáveis, destacam-se remuneração de pessoal, aquisição de equipamentos e material permanente (aparelhos, máquinas, equipamentos de informática, mobiliários), materiais de consumo (material de expediente e matéria-prima), serviços de terceiros para aquisição de tecnologias, licenças, certificações, patentes e know-how; avaliação de desempenho (inspeção, ensaios, testes de conformidade, certificação, desenvolvimento e teste de protótipos e de conceitos, de materiais e de processos).

Também serão financiáveis despesas acessórias com importação, elaboração de plano de marketing, contratação de especialistas e/ou consultores técnicos de apoio, hospedagem, despesas de locomoção, alimentação, licenças de software, realização de serviços de monitoramento tecnológico, prova de conceitos e de segurança, serviços relacionados ao registro de patenteamento de soluções desenvolvidas, bem como despesas administrativas (aluguel, energia elétrica, água, internet, transporte, telefone e contabilidade).

Serviço

Empresas interessadas devem se cadastrar e inscrever os projetos no Sistema de Gerenciamento de Convênios do Banco do Nordeste – Apoio à Inovação para Combate ao Novo Coronavírus, conforme instruções constantes no Anexo IV.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp