Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Os cearenses beneficiários da previdência social começam a se preparar para o início do processo de revisão das aposentadorias, pensões e auxílios, promovidos pelo INSS. Por meio de cartas físicas e virtuais através de aplicativos dos correios, os comunicados serão enviados para centenas de cearenses em todo o estado. O assunto foi destaque no Bate-Papo entre os jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida nesta segunda-feira (07).

“É mais uma etapa da operação pente fino, realizada pelo INSS que deixa milhares de segurados da previdência social assustados e assustadas”, disse o jornalista Luzenor de Oliveira. Em seguida, Beto Almeida completa afirmando que essa decisão ganha força principalmente agora que a pandemia está um pouco mais controlada. Ele alerta que o INSS cumpre seu papel com as revisões dos benefícios e que os cearenses devem ficar atentos aos comunicados.

Tem muita gente que precisa ter cuidado pra não ter o seu benefício bloqueado. O INSS ta cumprindo o seu papel, porque a lei diz exatamente isso, que os segurados, que a previdência tem o dever de fazer esse apanhado, esse pente fino, de uma forma temporária, para evitar fraudes”, disse

Luzenor diz que quem for notificado terá prazo 60 dias para apresentar os documentos que comprovem o direito a renda previdenciária. Os segurados serão chamados para o processo conhecido como cumprimento de exigência. “O envio da documentação deve se feito pela plataforma Meu INSS e quem não cumprir terá o benefício bloqueado. Não precisa se assustar, ter medo, achando que o INSS vai suspender. Se existir irregularidade, é inevitável que algum bloqueio será feito no seu benefício”, disse ele.

Na sequência, o jornalista Beto Almeida pontua que quem recebe o benefício há mais de dez anos, o INSS não chama mais para a revisão, somente aqueles que tiverem alguma suspeita de fraude. “Não tem que temer, no entanto, alguns erros, algumas injustiças acontecem”, afirmou Beto que ainda destacou o fato de que mesmo durante a pandemia, quando o INSS garantiu que não ia suspender nenhum benefício, algumas pessoas que vinham recebendo tiveram suspensão de seus benefícios”, declarou.

Por fim, sobre a reabertura das agências, o INSS confirmou o sétimo adiamento e agora a previsão é para que as agências comecem a receber novamente os cearenses no próximo dia 14 de setembro. Apesar disso, ele alerta que: “Nem todo mundo já deve ir procurando as agencias do INSS, não é assim que vai funcionar. Ele vai ter que realmente marcar, fazer o agendamento e só a partir daí é que ele vai poder fazer esse trabalho presencialmente numa agência. Não adianta correr, primeiro precisa fazer o agendamento pra depois ir na agência”, finaliza.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp