Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A reunião organizada pelo governador reeleito Camilo Santana (PT) na noite dessa segunda-feira, 15, no Marina Park Hotel, em Fortaleza, com o intuito de pedir aos seus aliados que apoiem a campanha do candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, terminou com um grande mal estar na base aliada do chefe do Executivo estadual. O assunto foi destaque no Bate Papo Político desta terça-feira, 16, entre os jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida, dentro do Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 26 emissoras no Interior).

No evento de ontem, o senador eleito Cid Gomes (PDT), que foi o primeiro a discursar, pediu mais humildade ao PT e uma mea culpa por parte do partido. Ao ser vaiado pelos militantes presentes no encontro, contudo, o ex-governador do Ceará subiu ainda mais o tom e disse que, se o PT não admitir seus erros, iria perder feio a eleição, o que, para ele, seria bem feito. Cid, inclusive, chegou a chamar alguns militantes que o xingavam de babacas.

Os jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida comentaram o caso. Para Beto, a tentativa do PT de criar uma “frente democrática” neste segundo turno não emplacou. O jornalista explica que a expectativa era que o senador eleito Cid Gomes declarasse um apoio informal a Haddad na noite dessa segunda, o que não aconteceu. Beto completa e destaca que, com o discurso de Cid, a lua de mel entre os Ferreira Gomes e o petismo no Ceará parece ter chegado ao fim. O jornalista até questionou se Camilo vai permanecer filiado ao PT e pontuou que ocorreu um erro estratégico por parte da organização da reunião ao colocar Cid para ser o primeiro a discursar no evento de ontem. “O tiro saiu pela culatra”, comentou.

O jornalista Luzenor de Oliveira destacou que as declarações de Cid ganharam repercussão nacional na noite dessa segunda-feira. Luzenor lembrou que Cid, na condição de representante do irmão Ciro Gomes (PDT), terceiro colocado nas eleições presidenciais deste ano, ainda demonstra insatisfação com a forma como Ciro foi tratado pelo PT e pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ainda na época de articulações de campanha – Lula e o PT trabalharam para que Ciro ficasse isolado na disputa deste ano, condição que deu a Ciro apenas 38 segundos de tempo de Rádio e TV.

Luzenor reforça, inclusive, que o próprio coordenador da campanha de Haddad, Jaques Wagner, admitiu, nessa segunda, que Ciro seria a melhor alternativa para se ganhar as eleições presidenciais deste ano e reafirmou que sempre defendeu uma aliança com Ciro.

Luzenor disse também que o evento no Marina Park não contou com o número esperado de apoiadores, mas ressaltou, porém, que Camilo está acima de qualquer militante. Para Luzenor, o mal estar de ontem não irá estremecer a relação entre Camilo e os pedetistas. O jornalista afirmou que o PDT trabalha para preparar Ciro para as eleições presidenciais de 2022.

Abaixo os outros destaques do Bate Papo Político de hoje:

– Ibope: Bolsonaro lidera com 59% dos votos válidos, Haddad tem 41%

Pesquisa Ibope divulgada na noite dessa segunda mostra o candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, com 59% dos votos válidos. Fernando Haddad, do PT, tem 41%. Em relação aos votos totais, Bolsonaro tem 52%, enquanto Haddad tem 37%. Os jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida destacaram a inversão dos índices de rejeição entre os dois candidatos – Haddad agora é o mais rejeitado com 47%, já Bolsonaro tem 35%.

Leia mais:
+ Ibope: Bolsonaro tem 59% contra 41% de Haddad

– Governo recua e horário de verão começa no próximo dia 4 de novembro

O Palácio do Planalto informou, na noite dessa segunda, que o início do horário de verão ficará mantido para 4 de novembro. No começo do mês, o Governo chegou a anunciar que adiaria a mudança nos relógios para 18 de novembro, a pedido do Ministério da Educação (MEC). O adiamento pedido pelo MEC seria para evitar que a mudança do horário oficial de Brasília ocorresse no dia da primeira prova do Enem. O Planalto não justificou a mudança na decisão; apenas informou que “fica mantido o decreto” e o início do horário de verão para o dia 4. A alteração no horário valerá até 17 de fevereiro.

Confira no player abaixo o Bate Papo Político na íntegra! Os jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida ainda comentaram sobre a pesquisa FSB/BTG Pactual, divulgada ontem, que apontou que 87% dos brasileiros se informam por meio do WhatsApp!

BATE PAPO 16.10.2018

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp