Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A semana que marca o início das convenções partidárias – na próxima sexta-feira, 20 de julho – promete ser de definições e articulações intensas dos pré-candidatos à Presidência da República. O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, ameaçou os partidos da base governista dispostos a apoiar a candidatura do presidenciável do PDT, Ciro Gomes, devem entregar os cargos a equipe do presidente Temer. O assunto ganhou destaque no Bate Papo Político desta segunda-feira, 16, do Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 25 emissoras no Interior).

Marun ainda criticou Ciro e chamou de hipócrita a tentativa do pré-candidato do PDT de buscar alianças com partidos governistas. Os presidentes dos partidos do chamado Centrão – composto por partidos como PRB, Solidariedade, PP e DEM – parecem que não se sentiram intimidados com as declarações de Marun. Além de Ciro, as siglas cogitam apoiar o pré-candidato do PSDB ao Palácio do Planalto, Geraldo Alckmin.

Correspondente do Jornal Alerta Geral, Carlos Alberto tem mais informações:  

CARLOS ALBERTO – MARUN AMEAÇA PARTIDOS QUE APOIAREM CIRO

Os jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida destacaram a agenda intensa de articulações de Ciro. Para os dois, o baixo impacto nos partidos do Centrão da declaração de Marun mostra sinais que o governo Temer, de fato, está chegando ao fim, como também ilustra que Ciro é sim uma alternativa viável na disputa presidencial e que pode chegar ao segundo turno.

Beto lembra que os partidos do Centrão não “conseguem viver fora do núcleo governista” e, por isso, não querem ficar “nem nas bordas” do governo. O jornalista ressalta que Ciro tem cumprido seu papel de candidato, buscando apoio porque sabe que “sozinho, com o PDT, ele não vai muito longe”.

Beto Almeida pontua que Ciro esteve reunido com dirigentes dos partidos do Centrão no último sábado, que cobraram o pré-candidato do PDT para que seu discurso se ajuste ao discurso do bloco. A área econômica, inclusive, foi um temas mais debatidos na reunião. O presidente da Câmara Federal, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse, por exemplo, que Ciro precisa falar um pouco mais direcionado ao que pensa o DEM – em relação a política econômica – se quiser ser apoiado pelo partido.

Dono da Riachuelo desiste de ser candidato a Presidente

O jornalista Luzenor de Oliveira destacou que os próximos dias serão de definições na corrida presidencial. Para Luzenor, os dias antes de 20 de julho também são marcados pela desistência de candidatos. O primeiro a renunciar da campanha, por exemplo, foi o empresário Flávio Rocha (PRB), dona das Lojas Riachuelo.

Com Rocha fora da disputa, o PRB, que tem uma forte ligação com a Igreja Universal, fica livre para se direcionar a Alckmin ou Ciro. Para Beto, a sigla está mais próxima de se aliar a Alckmin.

Confira os outros destaques do Bate Papo Político desta segunda-feira:

– Mortalidade infantil voltar a crescer no País

Segundo o Ministério da Saúde, a mortalidade infantil aumentou pela primeira vez desde 1990 no Brasil, em 2016. A tendência para 2017, que ainda não possui os dados fechados, é que o índice seja maior do que o registrado em 2015. A epidemia de zika e a crise econômica são fatores apontados pela Pasta da Saúde como causadores do crescimento.

Saiba mais:
+ Mortalidade infantil aumenta pela 1ª vez em 26 anos no Brasil

– Julho Amarelo

O mês de Julho é dedicado a prevenção contra as hepatites virais. No dia 28 deste mês, é comemorado o Dia Mundial de Luta contra Hepatites Virais. A população, no entanto, ainda tem receio de tomar a vacina, por acreditar que a medicação pode causar causar algum mal. Em entrevista ao Jornal Alerta Geral desta segunda-feira, 16, a técnica de Hepatites Virais da Secretaria de Saúde do Estado (Sesa), Nadja de Deus, buscou desmitificar essa questão.

Saiba mais:
+ Julho Amarelo intensifica luta contra hepatites virais

– PGR aciona Ministério Público Federal para barrar contratos de prefeituras com escritórios de advocacia

Escritórios de advocacia de vários estados brasileiros entraram na mira da Procuradoria-Geral da República (PGR) e do Ministério Público Federal (MPF). De acordo com o Jornal O Globo, os escritórios recebiam montantes milionários, que deveriam ser destinados a área da educação. O correspondente também trouxe essa informação. Confira abaixo:

CARLOS ALBERTO – ESCRITÓRIOS DE ADVOCACIA RECEBEM RECURSOS MILIONÁRIOS DE PREFEITURAS

Gostou do que foi debatido no Bate Papo Político de hoje? Então clica no player abaixo e ouça as análises dos jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida na íntegra!

BATE PAPO 16.07.2018

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp