Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Bate Papo Político da edição desta segunda-feira, 10, do Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 26 emissoras no Interior) destacou a pesquisa de intenção de votos para a Presidência da República do BTG Pactual – e realizada pelo Instituto FSB Pesquisa -, que foi divulgada na manhã de hoje.

Os jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida debateram sobre o assunto e concordaram em um ponto: Bolsonaro, candidato do PSL, acabou se beneficiando com o atentado sofrido na última quinta-feira, 6. Prova disso, é que o presidenciável subiu de 26% para 30% em um cenário estimulado. A pesquisa, vale lembrar, foi realizada nos dias 8 e 9 de setembro, ou seja, após o candidato ter sido esfaqueado.

O jornalista Beto Almeida destacou o alto percentual de eleitores bolsonaristas (78%) que disseram já ter decidido que vão votar no ex-capitão do Exército. Para Beto, o candidato do PSL já está no segundo turno e vem consolidando, a cada dia, seu nome para chegar à Presidência da República – Beto levantou até a possibilidade de Bolsonaro ser eleito ainda no primeiro turno.

O jornalista Luzenor de Oliveira comentou também sobre outro aspecto da pesquisa: a queda do percentual de eleitores indecisos – na semana passada, eram 28%, agora, são 7%. Para ele, a tendência é que, na medida em que a campanha avançar, o eleitorado decida em quem vai votar.

Luzenor ressaltou ainda que o candidato do PDT, Ciro Gomes, consolidou-se no segundo lugar nas pesquisas de intenção de voto, mesmo tendo ficando com os mesmo 12% da última pesquisa, divulgada na semana passada.

Beto lembra que enquanto Ciro se consolidou como forte candidato para chegar ao segundo turno, Marina Silva (Rede) vive um processo de “derretimento político” – a candidata viu seu percentual de votos na pesquisa estimulada cair de 12% para 8%. Geraldo Alckmin (PSDB), que detém o maior tempo de Rádio e TV, também não engrenou nas intenções de votos e aparece empatado com Marina e Fernando Haddad (PT), ambos com 8%, na terceira posição.

Saiba mais:
+ Bolsonaro sobe de 26% para 30%. Ciro se isola no 2º lugar, com 12%

Outro ponto que não favorece Marina diz respeito ao potencial de rejeição. A candidata da Rede agora é a mais rejeitada pelo eleitorado, com 64%, seguida de Alckmin, com 61% – Ciro e Bolsonaro aparecem com 51% de rejeição cada.

A pesquisa, realizada nos dias 8 e 9 deste mês nas 27 unidades da Federação, ouviu, por telefone, 2 mil eleitores e está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) BR-01522/2018. A margem de erros é de dois pontos percentuais e o intervalo de confiança é de 95%.

Confira no player abaixo o Bate Papo Político na íntegra! Os jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida ainda conversaram sobre a decisão da presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Rosa Weber, de negar o pedido da defesa de Lula para adiar o prazo para substituição do candidato do PT à Presidência da República de amanhã, 11, para o dia 17!

BATE PAPO 10.09.2018