Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 22 emissoras) destacou, no Bate Papo Político, nesta segunda-feira, 26, as articulações políticas no Estado do Ceará para as eleições deste ano. O deputado estadual Capitão Wagner, um dos nomes mais fortes para concorrer ao cargo de governador em 2018 pelos partidos de oposição, está de saída do Partido da República (PR), após a legenda migrar para a base aliada do governador Camilo Santana (PT), e busca um novo partido, assim como o vice-prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa, também filiado ao PR. Wagner e Pessoa, como destacaram os jornalistas Luzenor de Oliveria e Beto Almeida, negociam a transferência para o DEM ou PP.

Paralelo a essa mudança, ocasionada após Gorete Pereira ser oficializada como nova comandante do PR no Estado – ocupando um lugar que foi de Pessoa e aliados por mais de 15 anos –, Wagner recebeu convites para se filiar ao PSDB e ao DEM e, à convite do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM-BA), encontrou-se à portas fechadas, na última quarta-feira, 21, com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que estendeu o tapete vermelho para Wagner e Roberto Pessoa entrarem no partido. Essas informações, inclusive, foram dadas em primeira mão pelo Portal Ceará Agora na última sexta-feira, 23, como você pode conferir no link abaixo:
Cúpula nacional do DEM abre as portas e estende tapete para Capitão Wagner

O encontro em Brasília foi articulado pelo deputado federal Danilo Forte (DEM-CE), mas, segundo o próprio Capitão Wagner, foi o prefeito de Salvador, ACM Neto, quem fez o convite, em janeiro passado. A informação de que o encontro ocorreu não agradou a cúpula do Partido Democratas no Ceará. O líder do legenda no Ceará, Chiquinho Feitosa, não gostou da atitude do deputado federal Danilo Forte e afirmou que o parlamentar não fala em nome do partido e que ele, Chiquinho Feitosa, é o presidente da sigla no Ceará e deve responder pela sigla. Segundo Feitosa, o DEM vai continuar na base de apoio à Camilo Santana e apoiar sua reeleição, o que será reafirmado em um pronunciamento do deputado estadual João Jaime (DEM) nessa terça-feira.

Outro importante assunto que o Bate Papo Político trouxe hoje, e que interessa aos cearenses de todas as regiões do Estado, é a grande incidência de raios durante as chuvas que caem no Ceará. As descargas elétricas têm preocupado a Defesa Civil, devido a quantidade significada de registros neste ano. Somente em janeiro passado, 3.256 raios caíram no Estado, segundo o Sistema de Monitoramento de Descargas Elétricas da Enel. Dada a relevância de debater e obter mais informações sobre o tema, os jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida conversaram com o coordenador estadual da Defesa Civil no Ceará, coronel Cleyton Bezerra, que falou à edição de hoje do Jornal Alerta Geral.

O coordenador estadual informou que, em 2017, mais de 50 milhões de descargas elétricas forma registradas em todo o Brasil, sendo 72.838 somente no Ceará. O coronel desmistificou a ideia de que um raio não cai duas vezes no mesmo lugar e alertouu a população para evitar banhos de chuvas em dias de tempestade com raios, principalmente em locais abertos, como campos e praias. Cleyton Bezerra ainda lembrou que os cuidados não devem ficar restritos, em dias chuvosos, apenas a áreas externas e recomendou que a população evite falar ao celular, quando o aparelho estiver carregando, e se comunicar por meio de telefone com fio durante precipitações com incidência de raios. O coordenador estadual ainda reiterou que a Defesa Civil está preparada para todas as consequências de chuvas fortes, como alagamentos e desabamentos, desde o ano passado.

Para saber mais informações sobre esse assunto, e ouvir a entrevista completa do coordenador estadual da Defesa Civil, Cleyton Bezerra, é só clicar no link abaixo:
Número de raios preocupa Defesa Civil do Ceará

Outra notícia, que foi motivo de debate no Bate Papo Político de hoje, é a criação do Ministério da Segurança Pública, o qual será oficializado, nesta segunda-feira, pelo presidente Michel Temer. A Pasta surgiu como necessidade de definir políticas mais concretas no combate à criminalidade no País. Vale lembrar que a área da Segurança Pública ganhou destaque no campo político, devido ao aumento da violência nos estados do Rio de Janeiro, que está sobre intervenção federal na área desde a semana passada, e do Ceará, onde, em janeiro passado, 482 homicídios foram registrados, incluindo as 14 vítimas da “Chacina de Cajazeiras”. Raul Jungmann, atual ministro da Defesa, deve ser deslocado por Temer para assumir a Pasta da Segurança Pública.

E mais, os segurados do INSS tem até o dia 28 deste mês para fazer a prova de vida e continuar recebendo o benefício, como informou o correspondente do Jornal Alerta Geral, Sátiro Salles. É importante lembrar que quem não fizer o procedimento terá o seu benefício suspenso. No Ceará, mais de 100 mil segurados ainda não fizeram a comprovação de vida.

Na reta final do Bate Papo Político, os jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida ainda comentaram sobre a repercussão negativa dentro do PT da declaração do presidenciável Ciro Gomes (PDT). Ciro, que se encontrou, na semana passada em São Paulo, com o ex-prefeito da capital paulista, Fernando Haddad (PT), parece ter descartado uma aliança PDT-PT, ao menos no primeiro turno das eleições presidenciais, já que ouviu de Haddad, na reunião, que o PT terá candidato próprio, com ou sem Lula, nas eleições deste ano. Ciro então disse que “é mais fácil boi voar do que o PT apoiar alguém” no primeiro turno.

Gostou dos assuntos do Bate Papo Político de hoje? Então clica no player abaixo e ouça as análises dos jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida na íntegra!

BATE PAPO 26.02.2018