Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Bate Papo Político traz como destaque na edição desta sexta-feira, 16, no Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 22 emissoras no Interior), o decreto assinado na noite dessa quinta-feira, 15, pelo presidente Michel Temer, que estabelece a intervenção federal na segurança pública do Estado do Rio de Janeiro. O assunto, contudo, é de importância para todos os brasileiros, pois, segundo o artigo 60 da Constituição Federal, quando há intervenção da União em um Estado, fica suspensa a votação de Projetos de Emenda Constitucional (PECs), caso da reforma da Previdência Social, marcada para ser votada no dia 28 de fevereiro.  

O decreto de intervenção, que entra na agenda política do Congresso Nacional como prioridade, precisa ser aprovado pela Casa para começar a valer. Os jornalistas Luzenor de Almeida e Beto Almeida debateram sobre o tema que, querendo ou não, muda a agenda do Governo Federal. A intervenção ainda sinaliza para outros estados, como o Ceará, onde a violência tem amedrontado a população. Somente no mês de janeiro, 482 pessoas perderam a vida no Estado.

Para saber mais sobre essa importante notícia e ter acesso a uma ampla análise do Jornal O Globo, sobre o movimento político que gerou a intervenção na segurança pública do Rio de Janeiro, e o desdobramento que a medida pode ter na votação da reforma previdenciária é só clicar no link abaixo:
Intervenção na segurança do Rio de Janeiro barra votação da reforma previdenciária

O Bate Papo Político também trouxe outros assuntos que estão no dia a dia do cearense. As chuvas que banham o Estado animam os agricultores e dão esperança sobre a recarga dos reservatórios de água do Ceará. A expectativa da população do Estado é sobre a manutenção da quadra chuvosa nos últimos dias. Sobre isso, os jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida conversaram com o meteorologista da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), Davi Ferran, que falou ao Jornal Alerta Geral sobre as expectativas da Funceme sobre o ritmo de precipitações no Ceará nos próximos dias.

O meteorologista ainda ressaltou que os dados da Funceme preveem chuvas pelos próximos quatro dias em todas as regiões do Estado, e que a média histórica do Estado para o mês de fevereiro, de 118 milímetros, está próxima de ser alcançada, já que, nos primeiros 15 dias do mês deste ano, 110 mm já foram registrados, de média, no Ceará. Ferran, contudo, fez uma ressalva ao afirmar que, para que a carga dos reservatórios cearenses aumente, consideravelmente, deve-se chover no Estado, pelo menos, de 400 a 450 mm por 60 dias consecutivos.

Para saber mais sobre o assunto e ouvir a entrevista com o meteorologista da Funceme, Davi Ferran, na íntegra é só clicar no link abaixo:
Funceme prevê chuvas no Ceará nos próximos dias; recarga dos reservatórios depende de precipitações consecutivas

Além dessas notícias, o Bate Papo Político ainda trouxe outros temas relevantes, como o pedido para instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que investiga o tráfico de drogas no Ceará. Em tramitação na Assembleia Legislativa do Estado desde 2015, a CPI divide opinião dos parlamentares cearenses. O governador Camilo Santana já chegou a defender a instalação da CPI, mas alguns deputados, temendo represálias, rechaçam a ideia, caso, por exemplo, do líder do governo na Assembleia, Evandro Leitão (PDT-CE).

Por fim, uma notícia paralela a da CPI do Narcotráfico. A deputada estadual Silvana Oliveira (MDB-CE) propôs a instalação de uma outra CPI que investigue supostas irregularidades na Saúde Pública do Estado do Ceará.

Para ouvir o Bate Papo Político na íntegra é só clicar no player abaixo:

BATE PAPO 16.02.2018