Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Bate Papo Político traz como destaque na edição desta quarta-feira, 7, no Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 22 emissoras no Interior), o descaso com o serviço da Ronda Escolar da Guarda Municipal de Fortaleza, ofertada pela prefeitura da capital cearense. Dos 20 veículos da Ronda Escolar, 13 estão parados por problemas mecânicos. O assunto, que atinge a vida dos estudantes das escolas públicas municipais de Fortaleza, tem causado preocupação aos pais e educadores, que dobram os cuidados com os filhos e alunos na volta às aulas.

A ameaça crescente de facções contra profissionais da educação e escolas, como o caso ocorrido na escola municipal Dois de Dezembro, no bairro Barra do Ceará, em Fortaleza, fez com que o serviço, que deveria levar mais segurança as escolas do Município, tenha adquirido maior relevância. Desde 2015, contudo, quando a Guarda Municipal recebeu 20 viaturas para realizar as ações do Pelotão de Segurança Escolar (PSE), os veículos não têm recebido manutenção adequada, o que justifica as 13 viaturas quebradas.

Outro destaque do Bate Papo Político desta quarta-feira foi a posse do ministro Luiz Fux, que assumiu nessa terça-feira, 6, a presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), órgão responsável por organizar as eleições no País. Em seu discurso, durante a sessão de posse realizada na noite de ontem, Fux apontou o combate as “fake news” – notícias falsas na tradução literal do Inglês – durante o ano eleitoral de 2018 como prioridade.

Membro do Supremo Tribunal Federal desde 2011, Fux assumiu o lugar do ministro Gilmar Mendes, que encerrou seu mandato de quatro anos na Corte, e permanecerá no cargo até 15 de agosto, quando se encerra seu período de quatro anos no TSE, e assume o comando a ministra Rosa Weber.

Luiz Fux é natural da cidade do Rio de Janeiro e vai completar 65 anos em abril deste ano. Formado em direito pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro em 1976, o ministro possui larga experiência como jurista. Fux exerceu a advocacia por dois anos e foi promotor de Justiça por mais três, até ingressar na magistratura como juiz estadual em 1983. Antes de entrar no STF, em 2011, Fux ainda passou 10 anos no Superior Tribunal de Justiça.

O agora presidente do TSE também é forte defensor da aplicação rígida da Lei da Ficha Limpa, aprovada em 2010, que impede a candidatura de políticos condenados por crimes em tribunais colegiados (2ª instância). Fux foi muito enfático ao afirmar, durante o discurso de posse, que quem tiver ficha suja não será candidato nas eleições deste ano, pois o TSE vai aplicar com rigor o que diz a lei.

Vale lembrar que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, um dos nomes fortes na corrida pelo Palácio do Planalto neste ano, enquadra-se neste cenário, já que Lula foi condenado em 2ª instância a 12 anos e um mês de prisão pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Os jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida também debateram sobre uma notícia importante para os agricultores do Estado do Ceará: o Garantia Safra. As falhas na execução do programa têm gerado prejuízos a 71 municípios do Ceará. Durante o encontro da Associação dos Prefeitos do Ceará (Aprece) com o presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira, na última sexta-feira, 2, no auditório do BNB em Fortaleza, a preocupação dos agricultores foi exposta pelo prefeito de Mombaça, Ecildo Filho, designado pela Aprece para fazer a interlocução dos municípios do Ceará com o Governo Federal, na busca de solução para esses problemas.

Ecildo Filho falou ao Jornal Alerta Geral sobre o intempérie, que afeta 117 mil agricultores do Ceará, e sobre as falhas que o Governo Federal não está conseguindo superar para evitar prejuízos aos agricultores que recebem o Garantia Safra no Ceará, estimado em R$ 100 milhões. Para o prefeito, um dos principais problemas é a avaliação metodológica das chuvas no ano de 2017 feito pela Centro de Controle de Monitoramento e Alertas de Desastres Ambientais (Cemaden).

Segundo Ecildo, o órgão federal afirmou que esses 71 municípios do Estado do Ceará registraram chuvas acima da média em 2017, o que diverge dos dados da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Para saber mais informações sobre o assunto e ouvir a entrevista completa com Ecildo Filho, prefeito de Mombaça, é só clicar no link abaixo:
Garantia Safra: 117 mil agricultores do CE deixam de receber R$ 100 milhões

Se interessou pelas notícias debatidas e quer ouvir o Bate Papo Político na íntegra? Então é só clicar no player abaixo!

BATE PAPO 07.02.2018