Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Realidade nacional, os hospitais públicos do Ceará sofrem com a superlotação nos leitos médicos. A fim de suplantar este e outros problemas, o governador Camilo Santana anunciou a Plataforma de Modernização da Saúde, no intuito de reorganizar a Secretaria de Saúde do estado e diminuir as burocracias da pasta. O assunto foi destaque no comentário do médico Henrique César e entrou na pauta do Jornal Alerta Geral desta terça-feira (27).

Os jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida suscitaram a temática logo no início do Bate-Papo após o comentário de Henrique, que por sua vez, destacou a apresentação que o Secretário de Saúde do estado, doutor Carlos Roberto, fará sobre a plataforma aos parlamentares na Assembleia Legislativa, nesta terça-feira.

Confira o comentário do médico Henrique César +

Para o jornalista Beto Almeida, a proposta do secretário causa um pouco de desconforto nos deputados por ser o fim das indicações políticas que permeiam os consórcios de saúde no interior do Ceará:

“Essa proposta de modernização da saúde é uma das coisas mais inovadoras que se aguarda na área da saúde. Tem essa preocupação dos deputados, mas muda muita coisa, principalmente as indicações políticas. Essa coisa vai acabar, os critérios serão técnicos e isso gera desconforto”

Mudanças na aposentadoria

As novas regras da aposentadoria seguem em destaque no cenário nacional e seu impacto na vida dos trabalhadores cearenses ainda está sendo compreendido. Nessa perspectiva, uma das preocupações do trabalhadores é sobre a aposentadoria integral, isto é, se o servidores irão receber o valor máximo da aposentadoria. O tema foi destaque dentro do Bate-Papo político.

Em análise no senado, o texto não deve sofrer alterações que o façam retornar à Câmara, portanto, as medidas que impossibilitam o acesso do trabalhador ao benefício integral devem persistir. O jornalista Beto Almeida pontua que é importante que o trabalhador passe a contribuir cada vez mais cedo para que logo receba o benefício, além disso ele também destaca a expectativa de uma mudança por parte do senador Tasso Jereissati:

“Essa mudança que o senador está indicando que vai fazer, que é em relação ao benefício de prestação continuada. O ponto aprovado na Câmara queria colocar na constituição um limite de rendimento por família para que fosse concedido o BPC”

Na visão de Beto, ao suprimir o este ponto as novas regras beneficiam ainda mais as famílias cearenses. O Bate-Papo político pode ser assistido na íntegra, basta clicar no link logo abaixo:

 

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp