Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Briga interna do PSL. Após declarações depreciativas contra o deputado federal e candidato do PSL à Prefeitura de Fortaleza, Heitor Freire, o deputado estadual Delegado Cavalcante (PSL), foi condenado a uma multa de R$ 5 mil. O jornalista Beto Almeida, em comentário no Bate-Papo político com o jornalista Luzenor de Oliveira, avaliou que o deputado Delegado Cavalcante “extrapolou” em sua fala.

“Extrapolou porque todo político, principalmente o parlamentar, tem sim o direito a livre manifestação do pensamento dele, mas desde que isso não extrapole também ao direito e ao respeito ao próximo, ao adversário”, afirma Beto.

O jornalista destaca que o parlamentar exagerou ao fazer uso de termos pejorativos e depreciativos como, pilantra, salafrário e bandido, ao se referir à Heitor Freire. Beto ainda diz que Cavalcante irá recorde da decisão tomada pela juiz Mirian Porto Mota Randal Pompeu, Juíza da 118ª Zona Eleitoral de Fortaleza, e que o parlamentar argumenta ser vítima de fake news e de perseguição por parte do deputado federal Heitor Freire.

Confira a íntegra do Bate-Papo político