Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Após o intervalo de uma semana sem entrar na principal pauta do Governo Federal, a reforma da Previdência vive, ainda, a expectativa de receber a inclusão de estados e municípios na proposta que altera as regras para trabalhadores se aposentarem. A medida viria por meio de uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) Paralela, do relator da matéria, o senador cearense Tasso Jereissati (PSDB).

O assunto ganhou destaque no Bate Papo Político (104.3 na Grande Fortaleza + 26 emissoras no Interior do Estado + Redes Sociais) desta quarta-feira (24), entre os jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida, que acreditam na inclusão de estados e municípios na Reforma. Segundo Beto, “parece consenso entre os senadores a inclusão”, no entanto, é necessário o apoio explícito dos governadores para que a PEC possa passar na Casa.

A Reforma proposta pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) e a equipe econômica do Governo Federal gerou impasses sobre a inclusão das novas regras. Com a retirada de estados e municípios da proposta durante o período de tramitação da PEC, os deputados federais do Nordeste pressionaram os governadores de seus respectivos estados cobrando o compartilhamento do ônus entre os parlamentares.

A reforma da Previdência ainda passará pelo segundo turno de votação na Câmara Federal, o que está previsto para o início de agosto. O relator da matéria na Câmara, Samuel Moreira (PSDB), decidiu retirar a matéria do texto original, já o relator no Senado, o cearense Tasso Jereissati, promete reincluir o texto. O senador acredita, ainda, que a Casa vive um clima favorável à decisão.