Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
O sistema de saúde pública do Ceará alcança reconhecimento nacional e mundial. Nessa quinta-feira, 8 de novembro, durante o II Fórum ISGH de Excelência na Gestão e Saúde, em Fortaleza, a especialista sênior em Saúde na representação do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) no Brasil, Márcia Rocha, disse que o estado sempre foi um “precursor” na Saúde. “Nós, do Banco Interamericano de Desenvolvimento, sempre tivemos o Estado do Ceará como um case de sucesso. O Ceará foi talvez um dos pioneiros a colocar em prática tudo aquilo que o SUS  preconizava de regionalização de redes, de hierarquização dos serviços, de constituição lógica de redes, sempre em parceria com os municípios”, afirmou.
Márcia Rocha deu a declaração no painel sobre Economia em Saúde. Ela ministrou palestra sobre o tema “Investimentos em Saúde no Ceará: resultados e perspectivas”. “Sem dúvida, essa articulação interfederativa entre estados e municípios, com uma forte liderança da Secretaria Estadual da Saúde, é um caso de sucesso que vem sendo incrementado”, reforçou a representante do BID.
Expansão e investimentos
“Nossos investimentos todos caminharam no robustecimento da capacidade do Estado para gerir essa grande rede que se formou depois do Proexmaes I. E temos o Proexmaes II, muito mais voltado a temas de inovação, de tecnologia e de gestão”, explicou Márcia Rocha. O Programa de Expansão e Melhoria da Assistência Especializada à Saúde do Estado (Proexmaes II) terá investimento de US$178,5 milhões. A primeira fase do Programa, o Proexmaes I, implementado entre 2007 e 2016, possibilitou a criação das Policlínicas e dos Centros de Especialidades Odontológicas (CEOs) no Ceará. De 2015 a agosto de 2018, as 19 Policlínicas realizaram 4,84 milhões de atendimentos e os 22 CEOs regionais, cerca de 1,21 milhão de atendimentos.
Para o secretário da Saúde do Ceará, Henrique Javi, não só o pioneirismo do Ceará ajudou o estado a atingir esse reconhecimento, mas também a dedicação e a priorização dada pelo Governo do Ceará ao tema saúde. “É justamente por essa priorização que os resultados no Ceará são reconhecidos. A gente faz uma entrega bem justificada do que é feito para a saúde do cearense”, ressaltou. A avaliação da especialista do BID foi feita cerca de um mês depois da visita de comitiva com o secretário de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, Alex Azar, para conhecer o sistema de saúde pública do Ceará.
Javi falou ainda que os maiores desafios para a saúde no século XXI no Ceará são garantir a sustentabilidade desse padrão. “Essa sustentabilidade é onde o tema gestão tem um compromisso importante. É justamente com o comprometimento daqueles que fazem o sistema, da população e do Governo, no alinhamento de governança, de gerenciamento e confiabilidade. É nessa confluência que a gente pode manter esses patamares e continuar inovando, continuar realizando, para o bem de cada um daqueles que fazem o Estado do Ceará”.
O II Fórum ISGH de Excelência na Gestão e Saúde teve início na quinta-feira. Mais de 600 pessoas, entre profissionais da Saúde e autoridades e representantes de instituições local e nacional participaram deste primeiro dia. O fórum ocorre no Marina Park Hotel, em Fortaleza, e foi concluído nesta sexta-feira, 9 de novembro.
De acordo com o secretário da Saúde, devido ao investimento em gestão do Estado, o Ceará possui a maior rede certificada, acreditada do país. “Além dos hospitais, também temos policlínicas no interior do estado, CEOs regionais, Lacen e Hemoce, com a mesma qualificação. Isso enche o Estado de orgulho, demonstra o esforço do Governo do Ceará para poder fazer com que essa relação da saúde pública possa ser entregue ao cidadão, não só como humanizada, mas também qualificada”, ressaltou Javi.
“O maior reconhecimento a gente sabe que vem da satisfação de fazer um trabalho bem feito. A satisfação de saber que a pessoa está sendo bem atendida. Acho que nada isso conseguimos substituir”, declarou Flávio Delafeu, presidente do Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH).
O secretário executivo do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), Jurandi Frutuoso, participou da abertura do fórum e do painel sobre Modelos de Inovação em Gestão da Saúde. Ele reforçou a importância de manter compromisso com a Saúde para garantir à população o acesso a serviços de qualidade.
Com informações do Gov. do Estado
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp