Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A XIII edição da Bienal Internacional do Livro do Ceará, reuniu, em apenas cinco dias, mais de 180 mil pessoas. Boa parte deste grande público é formado por estudantes e esse número só tende a aumentar com as visitações escolares agendadas até o dia 25, quando termina a Bienal deste ano.

Diariamente chegam ao Centro de Eventos dezenas de ônibus com alunos e professores da capital e do interior. Todos são recepcionados com uma acolhida diferente, com monitores treinados que fazem mediação de leitura, promovem brincadeiras e atividades de teatro, tudo de acordo com a faixa etária do público. Dentre as atividades, destacam-se exposições de artes visuais, contações de histórias e atividades infanto juvenis.

As visitas escolares foram programadas com antecedência e desde sábado (17) até quarta-feira (21) já passaram pelos corredores do Centro de Eventos 21.114 alunos de escolas públicas e particulares, segunda a coordenadora das visitações Norma Santana. Com isso deve ser superada a expectativa inicial da organização de receber 21.600 alunos do ensino fundamental I até o Ensino Médio.

A programação da Bienal é diversificada e alcança todos os públicos. Um exemplo é a turma do ensino fundamental I da Escola Municipal Joaquim Alves, que estava encantada com o estande da Secretaria Municipal da Educação de Fortaleza (térreo) na Bienal. Os alunos liam e interagiam com o espaço proporcionado para atividades lúdicas.

Sobre a Bienal

A XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará é apresentada pelo Ministério da Cidadania e pela Secretaria de Cultura do Estado do Ceará. Realizada pelo Instituto Dragão do Mar, Governo do Estado do Ceará, por meio da Secult, e Governo Federal, a Bienal do Livro conta com os patrocínios de Bradesco, Cagece, Grendene e Cegás, e com os apoios de Fecomércio, Sebrae, Universidade de Fortaleza (Unifor), Unilab, TV Ceará, Sistema Verdes Mares, Grupo O Povo, Café Santa Clara, RPS Eventos, Câmara Cearense do Livro, Sindilivros-CE, Câmara Brasileira do Livro (CBL), Associação Brasileira de Difusão do Livro (ABDL), Associação Nacional de Livrarias (ANL), Prefeitura de Fortaleza e das Secretarias de Educação (Seduc), Turismo (Setur), Cidades (SCidades) e Ciência, Tecnologia e Educação Superior do Estado do Ceará (Secitece).

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp