Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A decisão do presidente Jair Bolsonaro de editar uma medida provisória que extingue, a partir de janeiro de 2020, os seguros obrigatórios DPVAT e DPEM, vai atingir em cheio os negócios do presidente do PSL, deputado Luciano Bivar (PE).

O jornalista Carlos Alberto Alencar, informou, nesta quinta-feira (14), no Jornal Alerta Geral (FM 104.3 – Grande Fortaleza + 26 emissoras + redes sociais), que nem o Palácio do Planalto nem Bivar se manifestaram sobre o assunto.

Atual desafeto do presidente da República, Bivar é o controlador e presidente do conselho de administração da seguradora Excelsior, uma das credenciadas pelo governo para cobertura do seguro DPVAT.

A empresa intermediou o pagamento, de janeiro a junho de 2019, de R$ 168 milhões em indenizações relacionadas ao seguro, segundo relatório de auditoria da Líder DPVAT.

Confira na integra o comentário do jornalista Carlos Alberto Alencar:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp