Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Presidente da República, Jair Bolsonaro e o Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, durante Videoconferência com a Frente Nacional de Prefeitos - FNP.

Apoio ao isolamento! Conforme uma pesquisa do Instituto Data folha, os brasileiros são favoráveis às medidas de distanciamento social adotadas pelos governadores nos estados. Na região nordeste, 81% dos entrevistados se disseram a favor das ações. O resultado foi colocado em pauta dentro do Bate-Papo político desta terça-feira (07).

Dentro do Alerta Geral, o jornalista Luzenor de Oliveira comenta que os riscos de infecção do coronavírus chegaram ao dia a dia dos brasileiros e por conta disso há um apoio massivo da população para ações de contenção do fluxo de pessoas para que se tenha um achatamento da curva ascendente do número de contaminações.

No Ceará, o governador Camilo Santana prorrogou por mais duas semanas o fechamento de comércios e suspensão de atividades não essenciais a fim de preservar o distanciamento social. A ação foi vista com bastante apreço devido às previsões do Ministério da Saúde para um elevado crescimento de casos no Estado.

Sobre a pesquisa, o jornalista Beto Almeida afirma: “Mostra exatamente a preocupação que as pessoas tem com a vida, com a saúde”. Ele ainda destaca dizendo que o apoio ao fechamento do comércio está inclusive entre os mais pobres: “A população já compreendeu a necessidade do isolamento social nesse período, por que não há outra forma mais eficiente até o momento de você se proteger do vírus”

Beto finaliza ponderando as afirmações do presidente Bolsonaro quanto à propagação do coronavírus e fala que ele está “indo na contramão do que quer e do que pensa a população em qualquer segmento, em qualquer extrato social”.

Microempreendedor Individual

O apoio massivo da população evidencia a necessidade ainda maior que os governados estaduais precisam ter de agilizar as ações voltadas para o âmbito da economia com vistas a minimização dos impactos da suspensão das atividades comerciais.

Segundo uma pesquisa feita pela plataforma de gestão do microempreendedor MeiFacil, houve uma queda de 55% na emissão de notas fiscais e de 41% na emissão de boletos. Os dados evidenciam uma crise para os microempreendedores. O jornalista Luzenor de Oliveira afirma:

“Esses dados mostram que o governo precisa ser mais ágil para diminuir a angústia, a agonia, em diferentes setores da economia como acontece nesse momento entre os microempreendedores individuais, também na grande fortaleza e no interior do Estado”

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp