Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O presidente eleito Jair Bolsonaro negou hoje (21) que já tenha definido o nome para assumir o Ministério da Educação (MEC).

Em sua conta do Twitter, ele disse que ainda não fechou o comando da pasta. “Informo que, até o presente momento, não existe nome definido para dirigir o Ministério da Educação.”

Ao longo do dia, houve informações, não confirmadas oficialmente, segundo as quais o educador Mozart Neves Ramos, diretor do Instituto Ayrton Senna, tinha sido convidado para o Ministério da Educação. Em nota, Mozart negou a informação.

Porém, Mozart e Bolsonaro vão se encontrar amanhã (22), em Brasília, para uma “reunião técnica”. O educador é defensor do ensino integral.

 

AGÊNCIA BRASIL

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp