Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O presidente eleito Jair Bolsonaro abriu, nesta terça-feira, 4, em Brasília, a série de reuniões com bancadas parlamentares e marca uma nova fase de sua articulação política a caminho do Palácio do Planalto. As reuniões começam após líderes e dirigentes partidários que poderão integrar a base de apoio do novo Governo se queixarem da estratégia de Bolsonaro definir ministros sem consultá-los.
A chiadeira deu resultado e, sem dificuldades, Jair Bolsonaro abriu a agenda de reuniões que terão, entre esta terça e a próxima sexta-feira, representantes do MDB, PRB, PR e PSDB. Deputados federais eleitos ou reeleitos no Ceará também estarão presentes nesses encontros com o presidente eleito. Ao longo da semana, Bolsonaro também terá encontros com autoridades e futuros ministros. Há expectativas para o anúncio do futuro ministro do Meio Ambiente.

Bolsonaro tem reunião agendada, na tarde desta terça-feira, 4, com o ministro extraordinário da transição, Onyx Lorenzoni, e a bancada do MDB no Congresso. A previsão é que 34 emedebistas participem do encontro. O MDB do Ceará elegeu um deputado federal – Moses Rodrigues, que irá, a partir de primeiro de fevereiro de 2019, exercer o segundo mandato.

Logo  após a reunião com MDB, Bolsonaro receberá um grupo de 30 deputados federais do PRB. A sigla não conseguiu reeleger no Ceará o deputado federal Ronaldo Martins. A agenda de Jair Bolsonaro, para essa quarta-feira, 5, prevê encontros com as bancadas do PR e PSDB. O PR elegeu o pastor Jaziel Pereira, enquanto o PSDB o ex-prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa. No PR, a deputada federal Gorete Pereira ficou como suplente, enquanto no PSDB, a suplência é dos atuais deputados federais Danilo Forte e Raimundo Gomes de Matos.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp