Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O presidente Jair Bolsonaro tem compromisso marcado nesta quinta-feira, 3, com o diretor-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), embaixador Roberto Azevêdo. O embaixador brasileiro está no cargo há cinco anos.

Após a posse, na última terça-feira, 1, o presidente da República se reuniu com representantes de vários países, incluindo Japão e Portugal, que também têm interesses comerciais com o Brasil. A reunião com o diretor da OMC pode, então, significar uma inclinação à novos acordos.

Durante cerimônia de transmissão de posse nessa quarta-feira, 2, o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, condenou o que classifica de “globalismo” na política externa. Para driblar o globalismo, o ministro afirmou que será criado um setor de promoção comercial no Ministério das Relações Exteriores com o intuito de desburocratizar as representações internacionais.

Um dos instrumentos do globalismo, para abafar aqueles que se insurgem contra ele, é espalhar que para fazer comércio e negócios não se pode ter ideias nem defender valores”, afirmou o ministro.