Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Em uma década, os estoques públicos de alimentos tiveram uma redução de 96% na média anual, considerando seis diferentes tipos de grãos. Vilão da cesta básica devido ao alto preço, o arroz está entre os que mais puxaram a queda na armazenagem.

De acordo com o jornalista Carlos Alberto Alencar em seu comentário na edição desta segunda-feira (21) do Jornal Alerta Geral, outros dois produtos estão com os estoques zerados. Considerado item indispensável na mesa do brasileiro, o feijão sumiu dos estoques públicos há mais de três anos. Já a soja, um dos principais produtos do país, não é armazenada desde 2013.

Confira na íntegra o comentário do jornalista Carlos Alberto Alencar: