Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

No momento em que milhares de pessoas se preparam para preencher a declaração do Imposto de Renda, cibercriminosos aproveitam a oportunidade para aplicar golpes pela internet. Além de se preocupar com deduções, contribuições, rendimentos, extratos, entre outros, é preciso ficar muito atento para não ser vítima das fraudes on-line.

Para o sociólogo especialista em segurança na rede, Marcelo Barra, é importante que os arquivos de declarações de anos anteriores sejam retirados do computador. O declarante deve utilizar aplicativos oficiais. Pelo portal da Receita Federal, é possível baixar o aplicativo para declaração, tanto para Android quanto para IOS.

Não é recomendado criar senhas com sequência de números. Especialistas aconselham a mistura de números e letras na definição de senhas, para que o código não seja facilmente descoberto.

Outra precaução é utilizar computador que tenha antivírus instalado e atualizado. Ao não se preocupar com a atualização dos itens de proteção do navegador, o contribuinte deixa seus acessos disponíveis a sistemas de roubo de informações.

Em algumas situações, o contribuinte pode receber por e-mail mensagens supostamente enviadas pela Receita Federal e ser direcionado a sites não oficiais. É preciso verificar o endereço do portal em que vai declarar o Imposto de Renda.

Já com relação as informações pessoais, como documentação e faturamento, que precisam ser itens diretamente informados ao sistema, estes devem ser enviados sem que outras pessoas tomem conhecimento.

Com informações do Governo do Brasil

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp