Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Os brasileiros não querem contribuir durante 49 anos para conquistar a aposentaria integral. A rejeição a um dos principais pontos da reforma da previdência social está em uma pesquisa de opinião pública contratada pelo Palácio do Planalto.  As mudanças nas regras para concessão de benefícios previdenciários, que começam a ser discutidas, nesta segunda-feira, na Câmara Federal, impõem, como condição para homens e mulheres se aposentarem, a idade mínima de 65 anos. Quem desejar garantir a aposentaria com o mesmo valor que recebe na ativa, somente com 49 anos de contribuição para o INSS. As novas regras propostas pelo Governo Federal empurram muitos brasileiros a anteciparem, em 2016, os pedidos de aposentadoria por tempo de contribuição. Foram 432 mil benefícios concedidos – um aumento de 35% em relação ao ano de 2015. Os trabalhadores estão receosos com o futuro da previdência social e, por questão de segurança, correram para contar os anos de contribuição e pedir a aposentaria. Confira o editorial completo no player abaixo:

Editorial 13.02