Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A segunda paralisação dos entregadores de aplicativos está marcada para o dia 25 deste mês. Após debate sobre a escolha da data entre diferentes grupos que organizam o chamado Breque dos Apps, os trabalhadores decidiram unificar a manifestação. A categoria tem exercido um papel importante em meio ao isolamento social, realizando entregas em domicílio e evitando que os clientes saiam das residências para fazer compras.

Na semana passada, 26 mil entregadores optaram por protesto no dia 12 de julho depois de uma enquete que circulou em grupos de diversos estados. O Sindimoto, sindicato que representa parte da categoria, defendeu o dia 14.

Não há estimativa sobre o número de entregadores que compareceram na manifestação do dia 1º deste mês, mas, na capital, a paralisação durou sete horas e travou algumas vias movimentadas.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp