Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O governador Camilo Santana (PT) afirmou, nessa quarta-feira (18), que a tendência natural é apoiar a reeleição de Eunício Oliveira (MDB) para uma das duas vagas no Senado. A aliança sofre resistências sobretudo por parte da família Ferreira Gomes, que controla o PDT, principal apoiador de Camilo. As afirmações foram feitas em entrevista ao Jornal O Povo.

Questionado se há cenário para que ele seja adversário de Eunício, faça críticas e peça votos contra o senador na eleição, Camilo descartou. Disse que está sendo discutida a forma como o apoio poderá ser construído e frisou que não há cacique na aliança, e nem decisão unilateral, mas sim um processo democrático de diálogo e construção coletiva.

Indagado se Ciro Gomes (PDT) não seria obstáculo para a aliança, ele reforçou que ninguém decide sozinho, nem Ciro nem ele próprio. Pontuou, no entanto, que é preciso respeitar as divergências, respeitar as opiniões diferentes. Ele reforçou que as definições serão tomadas até o dia 5 de agosto, data da convenção que deverá homologar sua candidatura à reeleição. Ressaltou ainda a tendência de o PDT manter a vaga de vice na chapa.

COM O JORNAL O POVO

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp